Exército Exige Conversão em Pecúnia de Licença Especial, após Denúncia

Blog do Messias Dias denunciou, com exclusividade, a discriminação quando General Ministro recebeu em Pecúnia, mais de 700 mil da Conversão de Licenças Especial em Pecúnia (Dinheiro).

MUDANÇAS NAS FORÇAS ARMADAS – AINDA HÁ O PROCESSO DE PROMOÇÕES DE MILITARES

O pagamento em pecúnia, de Licença Especial não gozadas, se faz de extrema importância, uma vez existir o reconhecimento do enriquecimento ilícito da União, bem como da Inconstitucionalidade da LRM, no tocante a matéria.

Porém há outras medidas necessárias que devem ser levadas ao conhecimento e controle externo da sociedade, especialmente a que diz respeito aos métodos ilegais nas Promoções de Militares, que passa pelo controle do Ministério Publico e Judiciário, com centenas de Denúncias e Ações Judiciais em curso.

O Silêncio é Alimento das Arbitrariedades e Discriminação – O Blog demonstra que a denúncia  trás resultados e que o controle Externo da Sociedade é imprescindível também às Forças Armadas

 

 

 

13 comentários em “Exército Exige Conversão em Pecúnia de Licença Especial, após Denúncia

  • 17/02/2018 em 14:01
    Permalink

    Parabéns pelos comentários e notícias divulgadas.

    Resposta
  • 10/02/2018 em 12:26
    Permalink

    Gostaria de parabenizar o Ten Messias pela sua dedicação e luta, principalmente pela sua coragem que serve como exemplo para os demais militares das forças armadas

    Resposta
  • 10/02/2018 em 12:00
    Permalink

    Vários milhares vão pra reserva por motivos de saúde, alguns sem interesse de ir, mais o comandante da força pode ser cadeirante.

    Resposta
  • 10/02/2018 em 11:17
    Permalink

    Bom pessoal como eu havia comentado no final do ano passado que o MD iria regulamentar isso para recebermos via adm e não na justiça. Acredito que agora vai, mas vejam bem quem se enquadra nessa situação:
    – Todos os militares que foram ou vão para a reserva e NÃO utilizaram o tempo da LE CONTADA EM DOBRO, ou seja que fechou os 30 anos sem a ajuda da LE tem direito;
    – Todos os militares que NÃO utilizaram a LE para obter 1% de adicional de tempo de serviço lá em 2001;
    – Todos os militares que NÃO utilizaram a referida LE para somar o tempo e obter o adicional de permanência de 5%.
    – Todos os militares que se enquadram nas situações acima e que foram para a reserva antes de vencer os 5 anos de prescrição quinquenal.

    Resposta
    • 19/02/2018 em 16:29
      Permalink

      Poderá ser requerida a LE em pecúnia, mesmo estando ainda na ativa, ou somente por ocasião da passagem do militar para a reserva?

      Resposta
  • 10/02/2018 em 05:45
    Permalink

    Quero saber como fica os militares que perderam LE pela MP do mal por 34 dias, mais recebem no contracheque 10% de anuênio ?

    Resposta
    • Messias Dias
      10/02/2018 em 09:34
      Permalink

      Coloca na Justiça.
      O companheiro foi Atirador de TG ou Aluno do NPOR?

      Resposta
  • 09/02/2018 em 22:12
    Permalink

    [17h28 09/02/2018] Zuqui: Só se manifestou por causa da denúncia envolvendo ministros do STM.
    [17h31 09/02/2018] Zuqui: O Exercício Brasileiro é o único Exército do mundo que seu Comandante é um cadeirante. Não quer largar as regalias do cargo de Ministro. Teto constitucional de salário, quase 33 mil. Fora as vantagens várias. Vergonha.
    [17h36 09/02/2018] Zuqui: Além do mais eh um direito que alcança generais que ainda estão na ativa. Não sejamos ingênuos.
    [17h36 09/02/2018] Zuqui: Não está fazendo isso pela tropa não
    [17h36 09/02/2018] Zuqui: Os Generais tem pelo menos 3 LE até 4 pra converter em pecunia.
    [17h36 09/02/2018] Zuqui: Eles serão os grandes beneficiados
    [18h22 09/02/2018] Zuqui: Basta lembrar porquê não dão a mesma importância aos 28% do plano Color?
    [18h22 09/02/2018] Zuqui: Que já tem todos os pareceres favoráveis, mas nada sai em nosso favor?
    [18h22 09/02/2018] Zuqui: Simples, não inclui oficias de alta patente, só beneficia, principalmente praças.
    [18h25 09/02/2018] Zuqui: Em 2000/2001 quando mudou nossa Lei de Remuneração os Generais e muitos coronéis full já tinham todos os direitos garantidos e no mínimo 2 LE na manga.

    Resposta
  • 09/02/2018 em 17:26
    Permalink

    Para o Gen paga-se sem questionar, e na surdina, para os demais militares e isso que se ve, milhares de processos. Quanto a promoçao o EB se perde nas suas proprias portarias, leis, que elescriam e depois nao sabem o que fazer para reparar os erros.

    Resposta
  • 09/02/2018 em 16:01
    Permalink

    Creio eu que todo esse aparato de conversão em pecúnia da LE seria por abranger principalmente a cúpula do EB, leia-se oficiais generais e superiores, uma vez que a maioria dos praças que tem direito a LE utiliza esse tempo para contagem para ir para a reserva. Se fosse um benefício vamos dizer assim, exclusivo da maioria numericamente falando (praças), não haveria essa comoção toda, tentariam varrer para baixo do tapete exatamente como fazem com as promoções dos ST à 2º Tenente do QAO, onde dizem que é somente por merecimento, mas não detalham os critérios para tal, ocorrendo muitas irregularidade nos processos onde no meio daqueles que “merecem” ser promovidos temos os que são protegidos e/ou indicados por alguma autoridade… isso sem falar bagunça total que é essa promoção específica, depende do humor de quem encontra-se no cargo responsável para tal, uma vergonha para uma instituição que prega a moralidade.

    Resposta
  • 09/02/2018 em 15:59
    Permalink

    Excelente, lembro que foi o blog o primeiro a questionar essa questão da isonomia nas LE, parabéns pela contribuição, justiça a de ser feita também nas promoções a QAO.

    Resposta
  • 09/02/2018 em 15:11
    Permalink

    O Ministério Público Federal e a justiça deveriam acompanhar as ilegalidades e irregularidades com relação as promoções dos Subtenentes a Oficiais QAO no Exército Brasileiro.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.