Comandante do Exército: ‘prepare seus guerreiros com prontidão (…)’ – Será?

General Eduardo Villas Bôas, Comandante do Exército Brasileiro, usou novamente as redes sociais para enviar uma mensagem para a sociedade. Através de sua conta no twitter ele envio a seguinte mensagem para o Gen Paulo Sérgio:

Caro Gen Paulo Sérgio, o Comando Militar do Norte tem uma imensa responsabilidade na estrutura de defesa de nosso país. Mantenha a impulsão e prepare seus guerreiros da Amazônia Oriental para, com #Prontidão, atender aos anseios da nossa sociedade. #ObrigadoSoldado

Antes do julgamento de Lula o General Villas Boas causou grande repercussão ao cobrar o STF a cumprir o seu dever:

https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/9745/comandante-do-exercito-enigmatica-mensagem-para-general-equotprepare-seus-guerreiros-com-prontidao-para-atender-aos-anseios-da-nossa-sociedadeequot

6 comentários em “Comandante do Exército: ‘prepare seus guerreiros com prontidão (…)’ – Será?

  • 01/05/2018 em 15:58
    Permalink

    Com fé em Deus ocorrerá uma intervenção o quanto antes !

    Resposta
  • 01/05/2018 em 19:10
    Permalink

    Sobre Temer, seu amigo, ele não fala nada. São só sorrisos e abraços. Sobre a carreira dos praças, nada. Mais um que não melhorou nada na tropa.

    Resposta
  • 01/05/2018 em 23:06
    Permalink

    Esse zero à esquerda aí não fez nada pelos praças.

    Resposta
    • 10/05/2018 em 10:18
      Permalink

      Você é o que ? Já fez alguma coisa para o Exército?

      Resposta
  • 10/05/2018 em 10:17
    Permalink

    Ele é o melhor Comandante do Exército Brasileiro, pois é simples, humilde, astuto e humano! Parabéns General! Patría Brasil! Os insatisfeitos que se retirem!

    Resposta
  • 25/08/2018 em 12:54
    Permalink

    Mais um do mesmo de sempre. Só ajudou a prejudicar o Praça no EB. Não lembro de nenhuma Portaria que foi feita para tentar corrigir ou amenizar a ausência de Lei de carreira. Sequer comentou sobre isso na mídia q tanto ele teve acesso, e, muito menos apresentou qq Projeto neste sentido no EMFA, MINISTÉRIO DA DEFESA e consequente chegada e divulgação ao Congresso. Não sei como um profissional, um agente público q chega ao topo de Administrar uma Instituição como o Exército se sente, ao proferir palavras totalmente contraditórias com seu tratamento dispensado ao cargo de Praça durante toda a sua gestão. É muito triste ver isso ainda no Brasil, como tratam seus soldados, meros peões.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.