Oficiais do QAO realizarão curso de atualização, para ter adicional similar ao CHQAO

O Exército vai criar, o curso de atualização acadêmica, para contemplar os Oficiais do QAO – Quadro Auxiliar de Oficiais, com Adicional, similar ao do CH-QAO –DIEx 5175-SPLE-1 SCH-EME-07 MAR 18-CAA-QAO (CLIK)

CURSO TERÁ INÍCIO EM 2019 E CONTEMPLARÁ 2000 OFICIAIS QAO, POR ANO – EXCERTO DO DOCUMENTO

 

VEJA A REPORTAGEM SOBRE A JUDICIALIZAÇÃO DO ADICIONAL DO CHQAO PELOS OFICIAIS QAO

13 comentários em “Oficiais do QAO realizarão curso de atualização, para ter adicional similar ao CHQAO

  • 09/03/2018 em 10:13
    Permalink

    Kkkk Esse foi o pessoal que não conseguiu passar no CHQAO e foram promovidos por uma comissão ilegal no lugar do pessoal com o CHQAO, que fizeram concurso, curso e estágio?

    Realmente o EME está fazendo um curso ilegal, a habilitação para o cargo deve ser antes de ocupação do cargo e não durante a ocupação do cargo, está na lei.

    Gasto de dinheiro público e fere o princípio da legalidade e moralidade do serviço público, com a quebra da hierarquia e disciplina.

    Resposta
    • 09/03/2018 em 11:32
      Permalink

      Pra variar Sempre aparece um IVO (inimigo Verde Oliva) por isso estamos nessa situação, no EB qdo se faz algo pra beneficiar aparece alguém de dentro pra criticar. sempre foi assim

      Resposta
    • 10/03/2018 em 10:21
      Permalink

      Camarada te respeitei, nem a Dilma conseguiu falar tanta asneira em tão poucas palavras.

      Resposta
    • 09/04/2018 em 16:10
      Permalink

      Não é que porque não conseguiram passar, os st/sgt de turmas anteriores a 1990 foram impedidos de realizar o curso. Tenho o boletim da DCEX com o indeferimento. Essa atitude do EB é para evitar ações na justiça.

      Resposta
    • 09/08/2018 em 20:12
      Permalink

      o sr está totalmente errado. não tem nada a ver com “pessoal reprovado”. esse é o pessoal que já estava para ser promovido e não precisou fazer o chacao e como agora o curso está gerando um valor o exercito teve que fazer algo para que todos que foram promovidos e não precisaram fazer o curso tenham direito a essa gratificação.

      Resposta
  • 09/03/2018 em 14:38
    Permalink

    O EME fará um curso similar para os Subtenentes que não fizeram o CHQAO?

    Resposta
  • 09/03/2018 em 16:45
    Permalink

    O nome é bonito para Caramba. Curso de atualização acadêmica.

    Resposta
  • 10/03/2018 em 11:56
    Permalink

    O INFORMEX NR 036 – DE 28 DE NOVEMBRO DE 2017, traz a seguinte citação:”…bem como a viabilidade de se criar, para militares não possuidores do CHQAO, o Curso de Auxiliar de Administração (CAA), que proporcionará a gratificação de 25%, como Adicional de Habilitação Militar…”

    Resposta
  • 29/03/2018 em 14:20
    Permalink

    Não entendo o Exército, os cursos são para ocupar os cargos e exercer as respectivas funções e devem ser realizados antes de ocupar os cargos, qual a necessidade em criar um cargo similar ou CHQAO já existem militares com CHQAO para ocupar o cargo e exercer as respectivas funções e não estão sendo promovidos.

    Os CHQAO é um curso tecnólogo e o CAA não possui essa titulação, como os militares com CHQAO podem ser auxiliar de alguém que não possui o respectivo curso?

    O CHQAO habilita para ocupar o cargo e exercer as funções de Oficial com as devidas capacitações, enquanto o CAA não habilita a exercer a função de oficial.

    O CHQAO é realizao por concurso, curso, estágio para depois receberem a devida habilitação, enquanto o CAA não precisa de ser submetido em nenhum exame de seleção, portanto a aprovação é certa, não existindo a reprovação ou qualquer outra penalidade como a perda do cargo, apenas garante ou não os 25%?

    A LEI de Ensino do Exército perdeu sua finalidade principal que é a ocupação de cargos, bem como o Estatuto dos Militares, ficou secundária, sendo os cursos usados apenas para o adicional de habilitação.

    Na Lei de Ensino do Exército não existe a habilitação “fictícia”, o militar é obrigado estar legalmente habilitado para ocupar o cargo e exercer as devidas funções, caso contrário perdeu a finalidade em que o poder LEGISLATIVO a criou

    LEI Nº 9.786, DE 8 DE FEVEREIRO DE 1999.

    Art. 1º É instituído o Sistema de Ensino do Exército, de características próprias, com a finalidade de qualificar recursos humanos para a ocupação de cargos e para o desempenho de funções previstas, na paz e na guerra, em sua organização.

    Parágrafo único. A qualificação é constituída pelos atos seqüentes de capacitação, com conhecimentos e práticas, e de habilitação, com certificação e diplomação específicas.

    Resposta
  • 01/05/2018 em 22:28
    Permalink

    E os oficiais QAO da Reserva, como fica a situação deles.
    Se é por causa do curso de administração, quando na ativa, em 1988, fiz o Curso de Administração Militar na EsIE – Realengo.

    Resposta
  • 20/06/2018 em 11:53
    Permalink

    Preste atenção Marcos! Não está em questão a ocupação de cargos pois os militares do QAO que não possuem o CHQAO já estão ocupando cargos conforme seu conhecimento e habilidades adquiridos durante toda uma carreira militar. E o fazem com louvor. Somente não possuem a habilitação proporcionada conforme critérios pré-estabelecidos que não cabe aqui questionar suas regras de transição. Porém têm o pragmatismo que lhes garantem êxito nas diversas atividades advindas da ocupação destes cargos, inclusive esses militares, em sua maioria, possuem curso superior muitas vezes inerentes às áreas que atuam. A correção de atitudes é um atributo de todo militar que se preze. A nós, militares dignos e disciplinados, cabe acatar e apoiar as determinações superiores principalmente quando são benéficas para a coletividade. Na prática sabe qual a diferença entre um QAO com CHQAO e outro sem, a antiguidade. Um abraço! Paz e bem!

    Resposta
  • 09/07/2018 em 07:49
    Permalink

    O Curso de Atualização pagará os 30%?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.