PROMOÇÕES DE INGRESSO AO QUADRO AUXILIAR DE OFICIAIS (QAO) – DA DESESPERANÇA AO JUDICIÁRIO

Nesta data foi divulgada mais uma relação de Quadro de Acesso às Promoções de ingresso ao QAO: “mudaram as estações, nada mudou, mas eu sei que alguma coisa aconteceu, tá tudo assim tão diferente. Se lembra quando agente chegou um dia acreditar (…)QA_QAO (clik)

A DESESPERANÇA

Esse é o sentimento dos Subtenentes, que passaram algumas tantas vezes em quadro de acesso às promoções do QAO, e a cada junho e dezembro tem o desprazer em prestar continência a militar, outrora subordinado. A incredulidade aumenta à medida que se compara a carreira profissional de alguns promovidos em relação a militares preteridos e se verifica que, os primeiros, não possuíam méritos ou pontuação superior e até mesmo foram sancionados disciplinarmente com prisões que afeta o decoro da classe ou mesmo condenados, em sentenças criminais. Então nos vem novamente, a talhe de foice, quais seriam os motivos da Instituição, de maior credibilidade nacional, manter os trabalhos das comissões de promoções, em sigilo, sem a observância de preceitos constitucionais, especialmente, a Publicidade, tão cara e necessária no Estado Democrático de Direito, como bem assenta o STF, pela supremacia do Interesse do Público, quanto tratar-se de agentes públicos ou em função, cito ARE 652777/SP.

RAQUEL DODGE – “NINGUÉM ESTÁ ACIMA OU ABAIXO DA LEI” 

À medida que os anos passam e não há qualquer espécie de mudança, resta, infelizmente, apelar para o desgastante, porém necessário, processo judicial, com um único fito, que a Justiça diminua todo o sofrimento, angústia, decepção e constrangimentos que, invariavelmente, resulta em problemas familiares e de saúde, uma vez ser inevitável a frustração e lembranças.

Resta lutar pela Lei de Promoções ao Quadro Auxiliar de Oficiais, de forma isonômica e comum às três Forças, Marinha, Exército e Aeronáutica, como único mecanismo eficaz e definitivo, com plano de carreira definido, para os oriundos das Escolas de Sargentos. “Todos são iguais perante a Lei. Façamos valer o nosso poder com o Voto”.

 

 

 

15 comentários em “PROMOÇÕES DE INGRESSO AO QUADRO AUXILIAR DE OFICIAIS (QAO) – DA DESESPERANÇA AO JUDICIÁRIO

  • 20/10/2017 em 22:13
    Permalink

    Muita boas palavras Messias Dias……pura realidade……

    Resposta
  • 20/10/2017 em 23:18
    Permalink

    É lamentável essa situação. Não entendo o porquê das coisas evoluírem tão lentamente no nosso Exército. Não há outra saída senão socorro jurisdicional.

    Resposta
  • 20/10/2017 em 23:39
    Permalink

    O maior dos problemas é a falta de segurança das promoções, sem publicidade e moralidade. Assim afetando a legalidade.
    Também o moral da tropa está no chinelo.
    Enquanto Generais falando merda de intervenção Militar.
    Vão procurar o que fazer…

    Resposta
  • 21/10/2017 em 11:26
    Permalink

    Todos são iguais perante a lei. Mas, a lei também tem que ser igual para todos.

    Resposta
  • 21/10/2017 em 11:30
    Permalink

    Em se tratando de promoção dentro do EB tem que parar no MPF, o fiscal da lei deve intervir urgentemente.

    Resposta
  • 23/10/2017 em 23:03
    Permalink

    Não entendo por que a CP QAO pontua, se o Militar deve possuir mérito suficiente.
    Se a comissão não recebe competência para pontuar.
    O que falar então da falta de motivação.

    Resposta
  • 23/10/2017 em 23:16
    Permalink

    Realmente isso é uma vergonha para a instituição de maior credibilidade, não consigo entender como um militar com punições graves consegue ser promovido na frente de militar que nunca foi punido, estamos a mercê da vontade de um CMT que não conhece bem 10% da carreira do militar e não se dá o trabalho de ler as suas alterações.

    Resposta
  • 23/10/2017 em 23:17
    Permalink

    Já passou da hora do MPF intervir nessa sinistra sistemática promoção de graduados e de subtenentes a oficial do QAO

    Resposta
  • 24/10/2017 em 11:42
    Permalink

    A sistemática de promoção ao QAO é dita como promoção por merecimento… MERECIMENTO é o que o profissional faz por merecer, é o que ele atingiu por mérito próprio, a existência de uma Comissão que DÁ até 49 pontos conforme suas vontades, sem transparência, sem publicidade e ferindo os princípios da Administração Pública demonstra que a promoção ao QAO é sim por escolha – escolha da Comissão. Some-se a isso a falta de uma LEI que trate sobre a promoção dos praças e não esse absurdo de Portarias mutáveis conforme o vento, essa injustiça vai continuar enquanto isso não mudar. Já passou da hora do MPF intervir e dar jeito nessa situação.

    Resposta
  • 24/10/2017 em 22:43
    Permalink

    Messias, parabéns pela reportagem. Infelizmente o único caminho que vejo para uma futura mudança nesta sistemática de promoções covarde e cruel é a justiça, além de talvez com a possibilidade da mídia atuar a favor dos graduados, possa haver algum reflexo e constrangimento dos altos coturnos que podem ser vistos como agindo de maneira incoerente, apoiando uma intervenção caso necessária para moralizar e ordenar a sociedade, mas internamente existem irregulares e injustiças não sanadas há décadas.

    Resposta
  • 25/10/2017 em 15:56
    Permalink

    Total falta de respeito com Militares que dedicam uma vida ao Exército, e ao final da carreira são desprezados sem ao menos saberem porque não são promovidos. Falta de transparência, injustiça total.

    Resposta
  • 27/10/2017 em 21:51
    Permalink

    Boa tarde, gostaria da possibilidade de enviar uma mensagem para você postar sobre promoção de QAO

    Resposta
  • 10/11/2017 em 16:25
    Permalink

    Parabéns Messias pela matéria, temos que nos unir e pedir a Deus que nos ajude nesta guerra onde dedicamos uma vida o Exercito e a pátria e no final de carreira não temos o mínimo de reconhecimento.

    Resposta
  • 21/02/2018 em 15:14
    Permalink

    É uma decepção que ao final de uma vida dedicada ao EB, sejamos praticamente descartados como se não tivéssemos contribuído em nada para a instituição. A situação de não promoção é triste, mas o principal, a meu ver, é a total falta de transparência, onde os ST não conseguem ficar sabendo a razão de não conseguirem a promoção. Neste quadro vivenciamos não somente o constrangimento de ver militares que ajudamos a formar tornando-se inclusive nossos chefes, mas , mesmo de forma velada, o rótulo de incompetente ou de insubordinado, isso quando não ouvimos a boca miúda o ” coitado, não vai mais a nada, devia pedir reserva.” Coitados não somos… injustiçados com certeza, mas não nos curvaremos mais. Vamos a justiça.

    Resposta
  • 22/04/2018 em 10:41
    Permalink

    Parabéns Messias por esta excelente matéria. Eu não consigo entende como o militar em apenas 6 meses consegue ganhar 12 pontos da Comissão CP-QAO. Talvez essa seja a maior revolta dos ST preteridos e não saber o motivo de um companheiro ganhar tantos pontos e ele quase nenhum. E aonde esses pontos foram dados, quais os méritos?, qual e a regra? A Administração pública (EB) tá sujeita aos princípios da publicidade, transparência, razoabilidade , motivação, proporcionalidade, entre outros. Cadê o exemplo da Instituição de maior credibilidade no País.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.