Revoltante: 25% de ingresso ao QAO em dezembro 2017 – Em junho 2018 será pior?

Relembre: qualificado como o Comandante do Exército mais humano, o debilitado General Villas Boas, que dita que os seus subordinados são excepcionais, será verdadeiramente lembrando no seu pior legado – Jogar a última Pá de Cal, no Plano de Carreira dos Militares. Onde está a humanidade?

SUBTENENTES PRETERIDOS: VOCÊ ESTÁ SATISFEITO? 

Vocês Subtenentes, até a Turma de Formação de 1991, estão enterrados ou a espera de um milagre, ouvindo as seguintes frases nesta semana:

Sub, o que o senhor fez: Roubou, Furtou, Matou, Bateu na Mulher.

Sub, pede ao Comandante falar com alguém da Comissão em Brasília.

Sub, pede transferência, o senhor tá queimado aqui.

Sub, o senhor vacilou poderia ter agradado aos Oficiais oferecendo churrasquinho e bolinho.

Sub, vou falar com um General. Espere o próximo QA (Quadro de Acesso).

Sub, deve ter alguma coisa na sua ficha.

Sub, tem Subtenente cheio de punição, não faz TAF e TAT e foi promovido.

Sub, dá uma melhorada na parte física, compra farda nova e dá mais um gás.

Sub, pede análise de fichas de sua carreira.

Sub, vou te colocar em função chave e lhe conseguir a Medalha do Pacificador.

Sub, pulei o muro velhinho. Sinto muito. É vida que segue e Continência ao Superior.

A derradeira na Vila Militar: “O seu Marido deve ter feito alguma coisa, tadinha dela – gostaria de lhe ajudar querida”. Em casa com o marido promovido: “não vê que eles não têm jeito para o círculo de Oficiais? Deve ter feito alguma m (merda)”.

Concorda ser um processo de criminalização, destruição e enlouquecedor? – Mais de 3 mil Preteridos Doentes – Esse é o programa de preparação para a Reserva do Exército?

 REGIMENTO INTERNO DA CP-QAO DITA POR ANÁLISE MINUCIOSA DA CARREIRA DO SUBTENENTE – Você Acredita? – Regimento CP QAO – Tem até Juramento – (Click)

Essa deve ser uma piada hilária – desculpe a redundância. Com todo o respeito, como uma comissão formada, muitas vezes por Engenheiro, QCO, QSG, Médico, talvez até Capelão (sem preconceito) dita que analisa minuciosamente a carreira de milhares de Subtenentes em cada Quadro de Acesso – QA. Beccaria bem dissertava que o melhor e único verdadeiro julgador é o que vivenciou determinada situação – nessa comissão não há QAO e Sargentos, assim absolutamente NADA sabem da Carreira dos Sargentos. Entende-se que a cada QA, já exista, previamente decididas as Promoções. Dezembro, em regra, será os Subtenentes da Turma de 1992. “Não adianta aos ‘MARCADOS’ ter 180 pontos de Mérito puro – O que decide são os Pontos da Comissão – CP-QAO (0 a 49 pontos). Análise minuciosa? 

PUBLICIDADE – “ABRAM A CAIXA PRETA” 

Posso falar de carterinha. Aumentaram os meus pontos, em junho de 2015, por não possuir justificativa ao Magistrado. Diga-se  22,99 pontos a mais – SEM QUALQUER MOTIVAÇÃO. Verdade é que na Valorização do Mérito Puro: Ficha de Valorização do Mérito e Desempenho na Graduação, configurava seguramente entre os 10 primeiros, quiçá 5 primeiros.

O Comandante, a época, disse-me que deu FIProm Excepcional, em verdade, após 2 anos de requisitado, recebi dessa forma. Porém antes, com uma falta de ética poucas vezes vista, ditou que quem fez Registro de Informação Pessoal – RIP, contrário ao Subtenente MESSIAS DIAS, seria o Adido Militar em Angola em 2012 e o Comandante do 59 BIMtz, em 2011 e 2012. Felizmente possuímos documentos que comprova que as ordens demandadas, feriam em muito o moral, ética e o pundonor militar, dentre outras coisas. O Comandante pediu que o entregasse os documentos – Bobinho. Após, em 2016, preparou-se e forjou-se um APF que foi arquivado pela Justiça Militar, porém sem culpar os infratores.

MINISTÉRIO PÚBLICO E ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO – DITAM QUE A DOCUMENTAÇÃO DA CP-QAO É PÚBLICA E DISPONÍVEL – A QUEM?

Não se entende como a Instituição de maior credibilidade do País, insiste em descumprir os princípios previstos na CF/88, especialmente, a PUBLICIDADE e a MORALIDADE, que segundo Mourão, a CF/88 pensou apenas em dar direitos. Se o processo for isento, torne-o público e parem com o sigilo e a JUDICIALIZAÇÃO DO EXÉRCITO – Diagrama de Ishikawa – “Causa e Efeito”.

 

PRÓXIMA BOMBA:

General Mourão ditou em documento que as Portarias do Exército de Interstícios de Promoções são ilegais – Mas só falou agora referente aos Oficiais. E os Sargentos?”.

74 comentários em “Revoltante: 25% de ingresso ao QAO em dezembro 2017 – Em junho 2018 será pior?

  • 20/11/2017 em 19:15
    Permalink

    A ideia, muito provavelmente, é extinguir o QAO. Diminuem as vagas (para ingresso no QAO) e aumentam a contratação de oficiais temporários.

    Resposta
  • 20/11/2017 em 19:18
    Permalink

    General Villas Boas só quer ficar bem com o governo. Economizando para o governo cortando bagas para promoção de subtenentes a QAO. (Voces preteridos não deixem de ajuizar ação contra a DAProm e a CPQAO pois o processo é todo ilegal e irregular, desobedecendo varias leis e sem transparência nenhuma). Militares que não tem condições nenhuma de ser promovido, com punições, baixos conceitos, manga lisa, são promovidos enquanto militares competentes não, só porque é um puxa saco babão que pede ao comandante, que da uma ligadinha pra DAProm.

    Resposta
  • 20/11/2017 em 19:23
    Permalink

    A Promoção de subtenente a QAO é uma fraude, é um processo sem transparência para beneficiar apadrinhados. todos os órgãos governamentais tem transparência, menos o Exército que se julga o bastião da moral…….Canalhas !!! Uma comissão que da de 0 a 49 pontos , onde esta o mérito do militar ? lamber botas?

    Resposta
  • 20/11/2017 em 19:33
    Permalink

    Existe um processo judicial em que o companheiro ganhou a promoção a segundo tenente na justiça pela falta de motivação da pontuação da CPQAO. Foram unanimes os juízes, o de 1º instancia e os de 2 instancia em concordar com a ilegalidade da pontuação da CPQAO, pois não obedece a Lei Processo Administrativo Federal (9784/99), isto é, a DAProm não motiva a pontuação que dá a cada militar. Esta decisão tornou-se um Acordão Judicial, que pode ser usado como jurisprudência em todo processo que subtenente peça promoção na justiça. Quem mandou trabalhar contra lei DAProm? porque só respeitam antiguidade para promoção de oficiais? porque há merecimento e antiguidade em todas as promoções de oficiais até coronel e na de subtenente para 2º Ten QAO é só merecimento ?

    Resposta
  • 20/11/2017 em 20:00
    Permalink

    Infelizmente o situação de descaso com relação a sistemática de promoções dos Subtenentes e Sargentos de carreira do Exército chegou a esse nível. Isso deve-se em parte por disciplina e lealdade dos graduados ao próprio EB e em parte por medo de retaliações profissionais, e muitos ainda me diziam, “contra a Força não há resistência”, e pode ser até usado como trocadilho, pois como um simples graduado conseguirá resistir a pressão vinda da Força Terrestre?
    Vendo o vídeo do nosso amigo e guerreiro, Ten Messias Dias, penso que o abuso que ele sofreu poderia ocorrer com qualquer um de nós. Espero que um dia, o EB se redima desse episódio, ocorrido em frente de sua casa onde houve essa agressividade sem sentido, covarde e desleal, a maneira como aconteceu não se justifica, ainda mais indo contra alguém que se dedicou tanto ao EB, como ele, com uma Ficha impecável. Infelizmente o que houve com o Messias Dias respeitadas as devidas proporções acontece com muitos Subtenentes preteridos, que ousam questionar a sistemática de promoções. Antes de ir para a reserva eu mesmo sofri na pele o descaso e a falta de consideração que o EB através de muitos Chefes militares possui com seus “velhos” subtenentes, e por pouca coisa, por querer simplesmente perguntar ou querer esclarecimentos de quais são os critérios utilizados para promover e deixar de promover subtenentes. Perguntei diretamente sobre isso ao Comandante da 7a Região Militar e esse General me respondeu que em torno de entre 30% e 35% é normal deixar de ser promovidos. Mas deixar de ser promovido por não ter méritos, por ter sido punido, é uma coisa, mas por deixar de ser escolhido é outra.
    O que acontece na realidade é que não há transparência nenhuma na sistemática, o procedimento é feito de maneira obscura.
    Espero que o General Mourão que tenho admiração pela sua coragem de opinar como cidadão e Chefe militar com relação aos problemas políticos e econômicos do Brasil e que também há pouco tempo se pronunciou a respeito da legislação de promoções (Portarias) de Oficiais dizendo que são ilegais, também se pronuncie a favor dos graduados. Porque pergunto, a sistemática de promoções de Subtenentes a Oficiais não seria também ilegal? Então Espero que haja uma mudança de mentalidade com a assunção do novo Comando, pois além dos problemas dos baixos salários das Forças Armadas em relação as outras carreiras de Estado, o que já nos desaponta, existe essa sistemática retrógrada, desleal e obscura que nos tempos que vivemos de “plena democrácia” não devia continuar prosperando, sob pena de haver uma enxurrada de processos contra o EB, e acredito que os nossos Chefes militares não querem que a imagem do Exército de Caxias fique arranhada por uma situação que sabemos é constrangedora, pois fazemos parte da instituição.

    Resposta
    • Messias Dias
      20/11/2017 em 20:16
      Permalink

      Caro amigo,
      Obrigado pela confiança e apoio.
      Espero que a Instituição que aprendemos a Amar, com o sacrifício da própria vida, reveja seus atos e evite a enxurrada de processos judiciais.
      Todas as minhas sugestões são para o bem do nosso querido Exército Brasileiro!

      Resposta
  • 20/11/2017 em 21:05
    Permalink

    Promoção só para os que ficam babando e fazendo Oficial sorrir.

    Resposta
  • 20/11/2017 em 21:24
    Permalink

    A Cpqao é ilegal processo neles

    Resposta
  • 20/11/2017 em 21:55
    Permalink

    Isso é o nosso exército brasileiro! Vergonhoso!!!

    Resposta
  • 20/11/2017 em 23:46
    Permalink

    Todas essas frases/questionamentos que abrem a presente postagem, mostram a humilhação a que são submetidos centenas de HOMENS que contam com mais de 25 anos de serviços prestados ao Exército; humilhação, descaso e por que não dizer, SACANAGEM ! Tudo isso patrocinado pela DAPROM a cada 6 meses, a cada publicação de Quadro de Acesso. Entramos no Exército vibrando, todos dando o melhor de si para aprender, executar, ensinar o máximo que pudermos, tudo para que a instituição EXÉRCITO BRASILEIRO mantenha-se como uma das maiores instituições desse País. Prestamos um juramento e dele não arredamos o pé, cumprimos o que prometemos cumprir. No entanto o retorno não obedece a mesma proporção; não basta dedicação, horas a fio em Exercícios de Campo, em serviços de escala; não basta Conceito, TAF e TAT, altos graus nos cursos realizados, tampouco horas de lazer empregadas em preparo de instrução ou em missões que tinham hora para começar mas não tinham hora para acabar, tudo isso vai por água abaixo – aliás, água não, lama mais podre que da tragédia de Mariana – toda uma história de vida vai embora ao menor melindre que seja – sim, muitas vezes uma palavra errada, um ponto de vista errado e até uma proposta de mudança em alguma missão passa a ser entendida como negativa à execução e isso é um passo para “queimar” uma carreira. E o que é pior: queima sem direito ao contraditório e a ampla defesa, estes não existem quando se fala em Promoção ao QAO. Muitos devem ter ouvido que não tem demérito algum em sua Ficha de Valorização do Mérito, mas uma observação lançada via CANAL DE INTELIGÊNCIA leva o militar para o fundo do poço e não há balde com corda suficiente para tirá-lo de lá. Uma instituição do tamanho e da credibilidade do Exército Brasileiro não deveria se prestar à vontade de alguns, alguns que se julgam acima da lei, acham-se donos de nosso EB, afinal de contas, o Exército se presta ao Brasil e aos Brasileiros pertence. Leis violentadas, princípios vilipendiados e homens de bem, homens do bem que empregaram sua juventude no cumprimento da missão, quando chega a hora de receber o reconhecimento da Força pelo emprenho, trabalho e dedicação, são jogados juntos para baixo do tapete. Resta então a busca pelo direito furtado, ao Poder Judiciário; é a justiça que vai mostrar a todos que a CP-QAO -a qual faz um juramento no qual promete “colaborar para a consolidação da eficiência da HIERARQUIA no Exército”- quebra essa hierarquia ao escolher militares mais modernos para promover em preterição a outros mais antigos; é a justiça que vai mostrar a todos que a CP-QAO distribui pontos ao seu “bel prazer”, pontua SEM MOTIVAÇÃO apenas os escolhidos; é a justiça que vai mostrar a todos que a CP-QAO fere os princípios administrativos da transparência e da publicidade – dentre outros – enfim, é a justiça que vai devolver aos Subtenentes Preteridos aos seus devidos lugares. MAS SAIBAM SENHORES, QUE “DORMENTIBUS NON SUCCURRIT JUS” (O DIREITO NÃO SOCORRE AOS QUE DORMEM). E essa justiça já está atendendo a quem recorreu aos seus “serviços”, somente no TRF4 já temos 3 acórdãos proferidos em 1ª e 2ª Instâncias comprovando os erros da DAPROM . Portanto caros Subtenentes preteridos, já passa da hora de ajuizarem a devida ação judicial em busca de seu direito ! ! !

    Resposta
  • 20/11/2017 em 23:49
    Permalink

    Deveríamos criar o feriado do dia da consciência dos Praças… Kkk. safadeza pura. Querem acabar com a nossa raça. Tolo quem chegou a acreditar que teve ou teria seus esforços reconhecidos. Justiça neles. Sou da turma de 89, primeiro quartil de formação, terceiro de CAS, sete medalhas e nenhuma punição. Tive um contratempo com meu CMT de Cia, ele adulterou o conceito que recebi de meu chefe no QG, e, não satisfeito, após promovido a Major e haver assumido a S1 da OM, “queimou” minha Fiprom. Pedi vistas às fichas de conceito e ele engavetou meu requerimento por 130 dias e lançou uma informação falsa nas minhas alterações. Prestei depoimento em uma Sindicância e o denunciei por crime militar (prevaricação, etc), pedi que o MPMU fosse informado e fosse instaurado um IPM. 6 meses depois instauraram uma sindicância (na qual nem sequer fui ouvido) e “passaram um pano” pro Major (que é filho de ST). Ele deve ter algum trauma pq tem um ST “pegando” a mãe dele! Kkk. No meu primeiro QA a CPQAO me concedeu ZERO pontos, mesmo assim 35 ST que estavam atrás de mim, o ST lixão que recebeu ZERO pontos, “misteriosamente” me passaram e foram promovidos! Ficamos 30 anos sendo cobrados qto a lealdade, camaradagem, honestidade e espírito de corpo, e nos tratam com “espírito de porco”, hipócritas! Vamos nos unir, cambada de ST medrosos acomodados, vamos entrar em massa na Justiça. Vamos procurar a Imprensa. Ano que vem tem eleição, tá cheio de político querendo nossos votos! A LUTA CONTINUA!

    Resposta
  • 20/11/2017 em 23:53
    Permalink

    É uma vergonha. Um processo sem transparência, eivado de vícios e tendencioso. No mínimo imoral.

    Resposta
  • 20/11/2017 em 23:56
    Permalink

    É uma vergonha. Um processo sem transparência, eivado de vícios e tendencioso. É no mínimo imoral.

    Resposta
  • 20/11/2017 em 23:56
    Permalink

    Todas essas frases/questionamentos que abrem a presente postagem, mostram a humilhação a que são submetidos centenas de HOMENS que contam com mais de 25 anos de serviços prestados ao Exército; humilhação, descaso e por que não dizer, SACANAGEM ! Tudo isso patrocinado pela DAPROM a cada 6 meses, a cada publicação de Quadro de Acesso. Entramos no Exército vibrando, todos dando o melhor de si para aprender, executar, ensinar o máximo que pudermos, tudo para que a instituição EXÉRCITO BRASILEIRO mantenha-se como uma das maiores instituições desse País. Prestamos um juramento e dele não arredamos o pé, cumprimos o que prometemos cumprir. No entanto o retorno não obedece a mesma proporção; não basta dedicação, horas a fio em Exercícios de Campo, em serviços de escala; não basta Conceito, TAF e TAT, altos graus nos cursos realizados, tampouco horas de lazer empregadas em preparo de instrução ou em missões que tinham hora para começar mas não tinham hora para acabar, tudo isso vai por água abaixo – aliás, água não, lama mais podre que da tragédia de Mariana – toda uma história de vida vai embora ao menor melindre que seja – sim, muitas vezes uma palavra errada, um ponto de vista errado e até uma proposta de mudança em alguma missão passa a ser entendida como negativa à execução e isso é um passo para “queimar” uma carreira. E o que é pior: queima sem direito ao contraditório e a ampla defesa, estes não existem quando se fala em Promoção ao QAO. Muitos devem ter ouvido que não tem demérito algum em sua Ficha de Valorização do Mérito, mas uma observação lançada via CANAL DE INTELIGÊNCIA leva o militar para o fundo do poço e não há balde com corda suficiente para tirá-lo de lá. Uma instituição do tamanho e da credibilidade do Exército Brasileiro não deveria se prestar à vontade de alguns, alguns que se julgam acima da lei, acham-se donos de nosso EB, afinal de contas, o Exército se presta ao Brasil e aos Brasileiros pertence. Leis violentadas, princípios vilipendiados e homens de bem, homens do bem que empregaram sua juventude no cumprimento da missão, quando chega a hora de receber o reconhecimento da Força pelo empenho, trabalho e dedicação, são jogados juntos para baixo do tapete. Resta então a busca pelo direito furtado, ao Poder Judiciário; é a justiça que vai mostrar a todos que a CP-QAO -a qual faz um juramento no qual promete “colaborar para a consolidação da eficiência da HIERARQUIA no Exército”- quebra essa hierarquia ao escolher militares mais modernos para promover em preterição a outros mais antigos; é a justiça que vai mostrar a todos que a CP-QAO distribui pontos ao seu “bel prazer”, pontua SEM MOTIVAÇÃO apenas os escolhidos; é a justiça que vai mostrar a todos que a CP-QAO fere os princípios administrativos da transparência e da publicidade – dentre outros – enfim, é a justiça que vai devolver aos Subtenentes Preteridos aos seus devidos lugares. MAS SAIBAM SENHORES, QUE “DORMENTIBUS NON SUCCURRIT JUS” (O DIREITO NÃO SOCORRE AOS QUE DORMEM). E essa justiça já está atendendo a quem recorreu aos seus “serviços”, somente no TRF4 já temos 3 acórdãos proferidos em 1ª e 2ª Instâncias comprovando os erros da DAPROM . Portanto caros Subtenentes preteridos, já passa da hora de ajuizarem a devida ação judicial em busca de seu direito ! ! !

    Resposta
  • 21/11/2017 em 00:02
    Permalink

    A Portaria do CPQAO é uma verdadeira Porcaria. É um estelionato contra a Constituição e o Direito Administrativo. Princípios como o da publicidade e o da impessoalidade são simplesmente ignorados, e o Exército insiste em afirmar que promoção é ato discricionário, apesar das decisões judiciais afirmando o contrário.

    Resposta
  • 21/11/2017 em 00:06
    Permalink

    Revoltante o procedimento da DAPROM. Essa falcatrua toda deveria ser assunto de um GLOBO REPÓRTER:
    Promoção de Subtenentes ao Quadro Auxiliar de Oficiais:
    – Comissão de Promoção: Quem são os integrantes ?
    – O que motiva os pontos DADOS aos peixes ?
    – Onde estão as atas das reuniões ?
    – Por que se quebram tantos Regulamentos e leis ?

    Justiça neles !
    Isso tem que acabar !

    Resposta
  • 21/11/2017 em 00:09
    Permalink

    Realmente passei por muitos questionamentos desta natureza. É muito triste profissionais que se dedicaram ao Exército passarem por essa situação de constrangimento. Eu acredito muito em Deus que a Justiça será feita.

    Resposta
  • 21/11/2017 em 00:17
    Permalink

    Lamentavelmente existe um vácuo no Congresso quanto a Parlamentares que apoiem militares, em especial Praças, que são a grande massa que forma o Exército. Estamos há décadas esperando surgir um nome, que beneficiando os Praças não estará beneficiando apenas os militares e seus familiares, mas também a sociedade como um todo, pois no mundo atual não há mais espaço para um Exército com resquícios do feudalismo que não respeita as leis e ignora os Princípios Constitucionais, apesar de querer aparentar para a sociedade que é uma instituição séria e confiável.

    Resposta
  • 21/11/2017 em 00:18
    Permalink

    Não se trata apenas de uma promoção, mas de respeito às leis!

    Resposta
  • 21/11/2017 em 00:22
    Permalink

    Acho que as coisas estão mudando. Acredito na Justiça. Em breve teremos grandes vitórias. Tenho certeza que todos os prossionais que buscam a Justiça serão recompensados.

    Resposta
  • 21/11/2017 em 00:23
    Permalink

    É uma vergonha essa Comissão! Somente serve para punir nas sombras quem tem a coragem de discordar de seus superiores…

    Resposta
  • 21/11/2017 em 00:28
    Permalink

    Somo um grupo q podemos ser mto forte, mas,para isso acontecer temos q seguir o exemplos dos QE, pois eles tanto q lutaram q conseguiram dar a volta no EB, e que volta, um cala boca nesse generais que se dizem intelectuais q planejam nossas carreiras, decidem nisso futuro como se fossem um grupo de imbecis. Tem que reagir a final somos um grupo grande e aprendemos a combater, vamos usar o q aprendemos na caserna e irmos a luta, mesmo que isso tenha que ser através de ações judiciais

    Resposta
  • 21/11/2017 em 00:29
    Permalink

    Boa noite. Caro Ten Messias Dias, ouvi o seu áudio no WhatsApp do grupo Preteridos2, e concordo com suas colocações. Devo ser no grupo um dos poucos Subtenentes que não tem uma formação superior ou se preferir, acadêmica. Mas acho que para lutar não basta ter uma causa. É preciso ter “armas”, ter uma estratégia, de preferência que seja vitoriosa. Nisso não posso colaborar. Mas seguirei, com prazer quem apresentar uma diretriz, um caminho. Grato por sua luta!

    Resposta
  • 21/11/2017 em 00:30
    Permalink

    É humilhante a forma que são tratados os ST, porém vale ressaltar que parte acha esse tipo de tratamento normal. Outros concordam que é uma vergonha essa Comissão, mas acovardam-se e não se manifestam, pois têm receio de que isso possa causar algum tipo de dificuldade em uma futura promoção.

    Resposta
  • 21/11/2017 em 00:42
    Permalink

    De um universo tão grande de sten e promoverem somente 25% é no mínimo desmotivador para quem se dedica uma carreira toda e no final não ser promovido é como olhar para frango em assadeira de vidro e somente salivar. Triste. Ter padrões de promoção é outro aspecto que deve ser bem definido. O que impede de os praças serem promovidos por meio de lei a semelhança do que ocorre com os oficiais? O que a instituição teme? Vivemos num país em que a democracia se diz amadurecida e os atos administrativos seguem rigorosamente a lei e os princípio também. Logo a lei é para todos os brasileiros. Mas parece que sten não é brasileiro! !!

    Resposta
  • 21/11/2017 em 00:52
    Permalink

    Boa noite, Ten Messias.
    Concordo plenamente com o seu áudio, que o Marcelo citou. Infelizmente, não somos uma classe unida. A maioria ganha coragem (nem todos) somente após verificar que a tão sonhada promoção não mais virá. Enquanto existe uma esperança, vários acovardam-se com medo de se manifestar e sofrer retaliações. Peço que não desista dessa luta que apesar de não ser sua, resolveu abraçá-la., pois acredito que com esforço e mobilização consigamos mudar isso. Pode demorar, mas não podemos desistir.
    Grande abraço

    Resposta
  • 21/11/2017 em 00:57
    Permalink

    É muito desmotivador para um sten ver o percentual de promovidos por uma instituição cujo lema é “braço forte mão amiga”.
    Por que os praças não são promovidos por meio de lei como os oficiais são? O que a instituição ganha com esse tipo de tratamento com os praças? São profissionais com qualificação inquestionável e isso é demonstrado no dia a dia da OM do Exército.
    O direito é para todos os brasileiros é o que afirma nossa constituição. Mas parece que sten não é brasileiro!?!!

    Resposta
  • 21/11/2017 em 01:11
    Permalink

    O seu descontentamento é também o de muitos outros sten.
    Até hoje não entendo por que os praças não são promovidos por lei como os oficiais são. O que a instituição teme em fazê-lo.
    Vivemos numa democracia e os direitos devem ser preservados e respeitados. Até porque o direito é para todos os brasileiros. Sten e brasileiro? !?
    Cadê “o braço forte e a mão amiga.” Que so promoverá 25% dos sten?

    Resposta
  • 21/11/2017 em 01:17
    Permalink

    Concordo plenamente q a ferramenta usada em represália aos subtenentes q por algum motivo desagradaram este ou aquele oficial ao longo da carreira é a “comissão da ilegalidade”! Não tenhamos nenhuma dúvida de q com a pontuação q a dita comissão tem o poder de manipular, pode se escolher a dedo quem eles querem promover, independentemente da pontuação da ficha do Militar

    Resposta
  • 21/11/2017 em 01:53
    Permalink

    Boa noite! Com relação ao sistema de promoção, farei um breve relato, de um fato que aconteceu comigo, após um pedido de análise de fichas de avaliação, no qual, solicitei cópia de toda a documentação do processo e para minha surpresa, na avaliação referente ao ano de 2009, todos os avaliadores citaram de forma depreciativa, o fato de que concorri a vereador por Cruzeiro do Sul – Acre, nas eleições de 2008 e um outro avaliador, ainda citou que a ficha de avaliação que está no sistema, não é de autoria dele, configurando fortes indícios do crime de alteração de documento público. Tudo isso, por si só, seria suficiente para anular todas as fichas de avaliação, todavia, não foi isso que aconteceu. Simplesmente, o meu pedido de instauração de sindicância e/ou IPM para apurar as supostas irregularidades foi indeferido, ficando todas as minhas DENÚNCIAS (devidamente comprovadas por provas documentais e testemunhais – Folha de respostas dos avaliadores ), sem a devida APURAÇÃO, o que não se afigura razoável, em um estado democrático de direito, a administração pública tem o DEVER de apurar DENÚNCIAS DE SUPOSTAS IRREGULARIDADES. Trata-se, salvo melhor juízo, de uma clara VIOLAÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS deste CIDADÃO e militar, a qual merece a mais profunda apuração pelas autoridades competentes. Por fim, em janeiro de 2018, estarei solicitando a minha transferência para a reserva remunerada, depois de permanecer servindo de maneira LEAL e HONESTA, a Instituição por mais de 33 anos de bons serviços prestados (sendo 9 anos cono subtenente), para me dedicar a minha família e aos estudos do Direito.

    Resposta
  • 21/11/2017 em 03:32
    Permalink

    Essa comissão é totalmente sem noção, fui promovido a 2 Sgt por merecimento, a 1 Sgt por merecimeno a S Ten por merecimento e agora para 2 Ten qao ja fui preterido por outra turma, quais sao os critérios? Esta caixa preta tem que se abrir caso contrario é certo que tem algo obscuro nesta bandalha.
    25% isto é um absurdo onde o previsto seria 50% do QA isso mostra o qua to o Exercito está “CAGANDO” pra quem deu mais de 25 anos de suor nas suas fileiras. Agora qual a solução “cagar” para o EB e tudo aquilo que acreditei até hoje? Porque éexatamente isao que o EB esta fazendo conosco ele está CAGANDO na nossa cabeça.
    A justiça tarda mas mao falha e o EB vai pagar por essa atitude.

    Resposta
  • 21/11/2017 em 10:04
    Permalink

    Perfeito tenente Messias, suas palavras são as verdadeiras insatisfações com essa maldita comissão, que não possui nenhuma responsabilidade e caráter para julgar o merecimento de quem pode ou não ser promovido. Acredito que haja carta marcada mesmo, com Indicações para promoções, uma disparidade imensa de um QA para outro. O importante é nos unirmos e lutarmos contra essa injustiça cometida por essa comissão que não é muito diferente das comissões que existem no concavo e no convexo.

    Resposta
  • 21/11/2017 em 10:30
    Permalink

    Não podermos deixar de ressaltar com louvor a luta do Ten Messias, q apesar de já ter sido promovido e q poderia se dar ao luxo de tirar o time de Campo, está travando uma luta inexorável, pelos direitos daqueles q ainda estão a “espera de um milagre”. MUITO OBRIGADO TENENTE MESSIAS!

    Resposta
  • 21/11/2017 em 10:45
    Permalink

    Pôxa, o que mais me cortou o coração foi eu receber uma ligação de meu filho adolescente, com o seguinte comentário: – Paizão, não liga pra isso não, o senhor é meu maior exemplo…..!!!!!! Eles não te conhecem!!!! Te amo!!!! Putz, vou pedir reserva…….

    Resposta
  • 21/11/2017 em 14:17
    Permalink

    Cada um tem uma particularidade sobre o assunto. Não podemos mais ficar enxugando gelo. Dentro da Lei devemos sim, ir em busca de nossos direitos. Pois foram muitos anos dedicados à uma Instituição que nos descarta quanto mais pprecismos dela. Não POR UM PEDIDO DE FAVOR. Mas pelos méritos de suor e sangue deixados em mais de 25 anos de serviço. Que Deus nos ajude. E a justiça seja feita.

    Resposta
  • 21/11/2017 em 15:19
    Permalink

    Não podemos nos iludir e achar que a instituição EB vai, por iniciativa própria, acabar com essa Caixa Preta que é a CPQAO. Todas as poucas conquistas que os praças tiveram foram através de muita luta, desde a Revolta da Chibata até as reivindicações da APEB. Lembro que quando incorporei no Exército o comandante poderia determinar imediatamente minha prisão, mesmo por motivos banais, sem direito a contraditório ou ampla defesa. E isso foi após a Constituição de 1988! Agora estamos em busca de um novo marco na carreira dos Praças, que é um plano de carreira para não ficarmos ao sabor de portarias. E comissão que escolhe a seu bel prazer quem vai ser promovido ou não, deve ser imediatamente extinta!

    Resposta
    • Messias Dias
      21/11/2017 em 15:32
      Permalink

      Acredito que você tenha ido ao encontro do cerne da questão:PLANO DE CARREIRA EM LEI PARA OS SUBTENENTES E SARGENTOS!

      Resposta
  • 21/11/2017 em 15:30
    Permalink

    Os Terceiro-Sargentos que passam na ESA já sabem do barco furado em que entraram, por isso apenas usam o EB como trampolim para terem como garantir o sustento da família enquanto buscam aprovação em outro concurso. Quem tem alto nível intelectual não vai mais querer permanecer na Força. Seria diferente se fôssemos valorizados no final de nossa carreira.

    Resposta
  • 22/11/2017 em 01:17
    Permalink

    25% do QA para promoção quando deveria ser de 50% issso mostra o quanto o eB pensa na sua familia militar, nossos comandantes estao “CAGANDO” na nossa cabeça, fazendo com que profissionais percam o estimulo de seguir trabalhando e se dedicando a vida castrence. Isso é uma vergonha o descaso com quem se dedicou 25anis ou mais a instituição.

    Resposta
  • 22/11/2017 em 01:29
    Permalink

    O Estatuto dos Militares, no art. 14 parág. 2o. define DISCIPLINA como “(…) a rigorosa observância e o acatamento integral das leis (…)”. Podemos dizer então que o General que assina uma Portaria que contraria Decreto, Lei ou a Constituição, é um General INDISCIPLINADO!

    Resposta
  • 22/11/2017 em 02:42
    Permalink

    A luta maior deve ser essa, uma Lei para os graduados do Exército Brasileiro, à semelhança do que existe para os Oficiais. Não tem sentido essa discriminação, os graduados também são concursados e no edital do Concurso da EsSA de minha época dizia, a promoção vai de 3º Sargento a Capitão. Mas as coisas não são claras para nós, e muitos não conseguem chegar nem mesmo a 2º Tenente, mesmo tendo méritos. Porque essa discriminação com os graduados que a própria instituição diz que são tão importantes e imprescindíveis para o EB?
    Tem todo o meu apoio a sua iniciativa Ten Messias Dias e de outros companheiros para que pela via política tenhamos a esperança de ainda termos uma Lei específica que possa nos atender. Conte comigo!

    Resposta
  • 22/11/2017 em 11:44
    Permalink

    O Comando do Exército insiste em manter essa comissão ilegal (CPQAO), logo estarão recebendo uma enxurrada de processos judiciais; o meu será um deles, já está quase “saindo do forno”. Em 2018 os Advogados da União terão um bocado de trabalho para tentar justificar o injustificável.

    Resposta
  • 22/11/2017 em 23:10
    Permalink

    Parabéns pelo este espaço Ten Messias Dias!
    Presto-lhe minha vibrante continência.
    Seria possível disponibilizar ou centralizar os links para os acórdãos que um companheiro citou?
    Infelizmente o caminho para os preteridos será o judicial.

    Resposta
  • 28/11/2017 em 01:20
    Permalink

    Apoio a regularização de nossa promoção. Peço aqui aqueles que pretende entrar com recursos, que apoiem aqueles que também deseja entrar, disponibilizando documentos para amparo e como proceder. Creio que muitos querem, mas como eu, não sabem nem começar o processo.
    Agradeço.

    Resposta
  • 30/11/2017 em 12:07
    Permalink

    Situação difícil, um STen 91 ver o STen 92 ser promovido em sua frente e trabalham na mesma OM e na mesma Seção.
    Que situação VEXATÓRIA!
    Passar a chamar o companheiro mais moderno de senhor todos os dias, HUMILHANTE…
    E ainda somos chamados de RETARDATÁRIOS e REMANESCENTES…
    Enquanto isso os oficiais OTT (Tenentes MIOJO) viram nosso chefe em 40 dias… COMO PODE ISSO?
    Deus fará justiça!

    Resposta
  • 02/01/2018 em 17:21
    Permalink

    Lendo seu blog e os comentários dos colegas, vejo que fiz certo me mandar pra Justiça Federal, mesmo como Técnico Judiciário, e faltando 6 meses para promoção a STen. Algumas lições trouxe para cá, outras preferi esquecer.

    Resposta
  • 05/03/2018 em 09:19
    Permalink

    Messias fico observando o General Villas Boas de cadeira de rodas e fico me perguntando se um Praça tivesse a mesma doença degenerativa se poderia ficar na Força ou seria licenciado?

    É revoltando vc servir seu País ao longo de 30 anos e depender de uma promoção por MERECIMENTO, sendo que os dois pilares da INSTITUIÇÃO são: HIERARQUIA e DISCIPLINA. Será que foi criado outro pilar?

    A promoção por merecimento é valido, mas dentro da sua turma de origem.

    Não é justo um militar servir em Gabinete de General, em Diretoria que recebem notas e são favorecidos pela Comissão de Promoção. O militar de tropa sempre são prejudicados.

    Até quando militares serão prejudicados por essa Comissão que ninguém conhece? Quem deve avaliar o militar é o seu Comandante. Se o Militar tem parecer favorável de seu Comandante e cumpre com todos os requisitos prevista para promoção, pq um militar de turma inferior é promovido na frente???

    Resposta
  • 26/04/2018 em 13:45
    Permalink

    Vc estuda presta um concurso, dedica seu trabalho e suor com lealdade para vários comandantes durante 30 anos.
    No final de sua carreira, vc é tratado dessa forma.
    Oque pensar, oque falar para seus filhos e familiares.
    Oque falar de um exército que faz isso com seus próprios militares.
    Vejo isso com o maior descaso em toda a minha vida.
    Mas vcs podem ter certeza, haverá vários processos na justiça solicitando não a União,mais sim a indenização para ser pagas pela comissão de avaliação.

    Resposta
  • 26/04/2018 em 14:05
    Permalink

    Boa tarde, estou no Quadro de Acesso a 5 anos, foi feito de tudo por mim para ser promovido, curso de especialização, garimpei um bom conceito, corpo de tropa ouro, medalha militar de ouro, fui encarregado de material com a respectiva pontuação, Brigada, 4 guarnições, TAF e Tat menções E; e estou no 10o QA, não adianta de nada.
    Somente a justiça é o caminho.

    Resposta
  • 26/04/2018 em 16:27
    Permalink

    Tenente Messias Dias parabéns!!!! Como é dito no norte/nordeste… ” Cabra Macho da porra” já que ajuda tanto os preteridos… Tentarei ajuda-lo. Deve ser possível reunir todas as matérias, todos os documentos, todas as informações, todas as orientações que o Senhor tem no seu blog e mais os documentos ou informações que sejam de interesse dos militares preteridos e que ainda desconhecem a sua luta que também é nossa para montar um KIT BIZU QAO DO MESSIAS. Que possa ser retirado no próprio blog ou que possa rodar o Brasil pelos e-mail e pelo ZAP. Não sei se o PDF seja o mais adequado. O Brasil tem que conhecer o seu mais novo deputado… O Senhor tem que ir onde o seu blog ainda não foi… Uma mensagem de celular chega a todos os continentes em uma fração de seguindo. Olha quantos Subtenentes eleitorais o Senhor tem em todo Brasil. Desculpa se fui importuno. Peço não divulgar esse comentário.

    Resposta
  • 26/04/2018 em 19:06
    Permalink

    Eu Gulé Gulé ( Praça de pré ) fico admirado com alguns comentários aqui nessa choradeira de QAO , ” ah.. só porque eu denunciei uma falcatrua ” , ” ahh só porque eu tive um quebra pau com meu Cmt Cia ” , ” ah … só porque eu me candidatei a político em várias eleições e fiquei 6 meses fora kkkkk ” , a maioria dos praças de pré ( não todos ) que reclamam demais aprontou algo no passado … o outro indivíduo aqui na guarnição parece que bateu com uma viatura quando era 2°Sgt e ainda por cima faltou à verdade , aí agora fica; poxa , eu num saio QAO kkkkk, poxa , buá buá …

    Resposta
  • 26/04/2018 em 20:39
    Permalink

    Conversei hoje com um colega de outra OM, vejo futuras mudanças com uma enxurrada de ações pois quem ´´não chora não mama “acredito que inúmeros colegas possuem intenso conhecimento jurídico e por isso deve ser feito um banco de dados com a referida documentação.
    Por exemplo um dos Subs se queixou que não sabia de seus entrevistadores nos anos anteriores tão pouco foi entrevistado,e que o vagabundo do Cmt de Cia que já está bem longe fez 60 avaliações numa tarde e que nunca e ninguém foi entrevistado, que o advogado do grupo falou a respeito da publicidade, foi quando perguntei a ele havia solicitado as publicações em BI conforme Portaria ele não sabia dessa obrigatoriedade da publicação. Resumo da historia já pediu por requerimento faz 70 dias e ninguém responde.Que entre com um Habeas Data combinada com Astreintes

    Astreintes- pena pecuniária; é uma multa diária fixada pelo órgão julgador como sanção para que o réu ou executado, pague pelo dia de atraso em uma decisão judicial por tutela antecipada ou sentença,em que foi determinada uma obrigação de fazer ou não fazer.

    Esqueçam DIEx, para qualquer pedido façam por requerimento ao Cmt se ele cagar ou for na onda dos ´´assessores“ vai prestar esclarecimentos a justiça federal depois.

    Resposta
  • 26/04/2018 em 23:02
    Permalink

    Tenho a medalha corpo de tropa de ouro, um curso de especialização, 3 guarnição especial, várias referências elogiosas, curso superior e CEP espanhol nível 2. Tenho 94.6 pts na FVM e nunca fui punido. Estou há 8 QAs e NADA, detalhe nunca puxei saco de ninguém.

    Resposta
  • 27/04/2018 em 08:52
    Permalink

    Triste, muito triste essa situação do pessoal formado em escola, não merecem tipo de tratamento dado.
    Mas com tudo isso que esta acontecendo com os STen, que são a ultima graduação do Sgt formado em escola, ou seja, um futuro a se chegar, muito preocupante por sinal, e ainda tem muitos Sgt formados em escola se preocupando com o que esta ocorrendo na carreira do Sgt QE (Quadro Especial).
    Senhores vão a luta.

    Resposta
  • 27/04/2018 em 11:03
    Permalink

    Sou sub de 90 com vários cursos, inclusive básico pqdt, 3 guarnição especial, 7 medalhas, todos os TAF E e apenas 01 TAT MB e o restante E. Meu chefe é da turma de 92 peito liso, promovido há um ano e nunca foi transferido. Não há humilhação maior do que isso, não questiono o mérito dele, mas a falta de valorização de quem merece.

    Resposta
  • 27/04/2018 em 15:26
    Permalink

    Tenho um amigo sub que está base do rivortril por causa desse famigerado QA. O cara nunca sai QAO. Com certeza um cara desse nunca vai ter orgulho de um dia ter servido o Exército Brasileiro.

    Resposta
  • 27/04/2018 em 15:35
    Permalink

    Sou a favor que esse sistema corrupto da CP QAO vaze para a grande imprensa; eu serei o primeiro a denunciar, naquela entrevista sem mostrar o rosto, todas as arbitrariedades cometidas por essa comissão. Tudo que a grande mídia quer é desmoralizar o exército, creio que nós podemos dar uma “ajudinha” neste aspecto.

    Resposta
    • 27/04/2018 em 17:35
      Permalink

      Deixa dessa mimimi de mídia e o caramba.
      Toma coragem e entra logo na justiça.
      Vou dizer: em 2009, durante aquelas transferências malucas do Santa Rosa, entrei e ganhei.
      Não me arrependi e não tive retaliação.
      É isso. Tem que ter coragem para botar seu nome numa petição inicial contra a Força.
      E quer saber? Uma minoria tem. E não crítico quem não tem. Cada um sabe de si.

      Resposta
  • 27/04/2018 em 16:16
    Permalink

    Ao Ten QAO Messias só restam elogios pela coragem e perseverança!
    Não sou Sub mas vi o clube dos preteridos no watsapp do meu chefe e fiquei chocado e fiquei chocado, Sub chorando R$ 300,00 de custas processuais querem o frango moido,temperado e cheiroso e assado para não dizer outra coisa x. Leia e ouçam a manchete do Montedo é a síntese do problema.
    Generais das Praças vão a luta!Tem gente achando que vai tirar vantagem nas costas dos outros cada um vai ter que correr atras do seu prejuizo!

    http://montedo.blogspot.com.br/2018/04/apos-derrotas-judiciais-exercito-vai.html

    Resposta
  • 28/04/2018 em 17:52
    Permalink

    Fala sério, conheci um sub que ficou 6x no QA, pediu transferência para o CMA e agora vai ser promovido. Tem treta ou não tem? Dá para desconfiar, não?

    Resposta
  • 29/04/2018 em 15:10
    Permalink

    Por isso que eu babo mesmo, se esse é o critério faço o mesmo, pois não quero ficar a vida toda no QA.

    Resposta
    • 29/04/2018 em 21:10
      Permalink

      Este e um verdadeiro honem….kkkk. Da um babada bem forte porque as vagas estao diminuindo. Pra garantir oferece sua mulher.

      Resposta
  • 29/04/2018 em 23:25
    Permalink

    Baba ovo idiota tirando a minha vaga. Cuidado para não se engasgar!

    Resposta
  • 30/04/2018 em 20:22
    Permalink

    Quer sair QAO? Babe muito, muito mesmo, faça café para o chefe; leve serviço pra casa; fique até depois do expediente; resolva os problemas particulares do chefe, etc. Conheci um subão que emprestava até dinheiro para o chefe, enfim ele seguiu certinho a cartilha do babão e saiu promovido.

    Resposta
  • 30/04/2018 em 20:37
    Permalink

    Haja diazepan nessa fase escrota de um sub que 30 anos de sua vida prestou bons serviços ao EB.

    Resposta
  • 03/05/2018 em 19:18
    Permalink

    Companheiros não desanimem, o caminho é a justiça, pau nessa comissão maledeta!

    Resposta
  • 04/05/2018 em 10:10
    Permalink

    Isso mesmo as apadrinhações e as interferências indevidas devem acabar, justiça neles!

    Resposta
  • 05/05/2018 em 17:50
    Permalink

    Chega de falcatruas e apadrinhamentos!

    Resposta
  • 21/05/2018 em 16:28
    Permalink

    O que aconteceu. A mesma coisa. Menos vagas para promoção. Quer ser bem sucedido no EB. Faça uma faculdade, concurso público e vá embora.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.