Será? Mourão assume Presidência e jura discrição

BRASÍLIA — Após polêmica envolvendo a nomeação de seu filho para a assessoria da presidência do Banco do Brasil, ovice-presidente Antonio Hamilton Mourão planeja fazer uma “interinidade discreta” no comando do país durante a viagem do presidente Jair Bolsonaro ao Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, entre os dias 22 e 25 de janeiro. Mourão que, durante a campanha, prometeu não ser um vice decorativo, deverá se concentrar apenas em assinar atos de rotina. RECEBA AS NEWSLETTERS DO GLOBO:CADASTRARJá recebe a newsletter diária? Veja mais opções

O período de Mourão na Presidência será estendido para que, na volta ao Brasil, Bolsonaro seja submetido à cirurgia para retirada da bolsa de colostomia. O procedimento está marcado para o dia 28 de janeiro, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. Ainda não está determinado quantos dias Bolsonaro ficará afastado do cargo para se recuperar.

O vice-presidente também adotou a discrição nos primeiros dias de gestão. Após a eleição, foi cogitado que ele assumisse uma função de “gerente” do governo, coordenando os ministérios, mas terminou sem uma atribuição específica no Planalto.

Sem uma tarefa definida no governo, Mourão tem se ocupado comparecendo a eventos oficiais e recebendo empresários e parlamentares em seu gabinete. Ele também participou, ao lado de Bolsonaro, das duas reuniões ministeriais, mas, segundo interlocutores, só vai agir sob demanda do presidente.

Enquanto nenhuma tarefa lhe é designada, está reestruturando a vice-presidência, extinta quando Michel Temer chegou ao poder, após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

60 cargos

Também está se cercando de auxiliares que possam ajudá-lo a fazer propostas ao governo. O vice terá assessorias especiais nas áreas jurídica, militar, diplomática, institucional e de comunicação. Serão 60 cargos à disposição. A estrutura ainda não foi publicada no Diário Oficial, e seus funcionários precisam se identificar como visitantes para ter acesso ao trabalho.PUBLICIDADE

Ao longo da campanha, Mourão atraiu os holofotes por declarações que geraram desconforto entre aliados. Entre elas, disse que lares apenas com mães e avós são “fábrica de desajustados”. Depois, comparou o 13º salário e o abono de férias a “jabuticabas brasileiras.” Ele foi advertido por Bolsonaro três vezes para que fosse comedido em suas declarações. Na quarta vez, foi desautorizado nas redes sociais. No governo de transição, o vice também teria sido aconselhado a ser mais recatado. Mourão nega que tenha recebido tais recomendações.

https://oglobo.globo.com/brasil/mourao-faz-planos-para-exercer-interinidade-na-presidencia-com-discricao-23367408

7 comentários em “Será? Mourão assume Presidência e jura discrição

  • 23/01/2019 em 09:43
    Permalink

    Você ainda na ressaca da traição de 2000 (MP do mal) e já é incluído, sem poder contestar, em outro pacote de maldades! Em 2001, o Albuquerque e o Gleuber angariaram um cargo no Conselho de Administração da Petrobras e hoje os generais já conseguiram outras bocas ricas! Até quando conveviremos com a deslealdade? As PMs vão aceitar isso? Duvido, eles têm COMANDANTES honrados! Onde há injustiças, não há paz!

    Resposta
  • 23/01/2019 em 10:52
    Permalink

    O Presidente JB tem que se ligar que foram as PRAÇAS que mobilizaram se nas redes sociais para o eleger, porque os generais que aí estão bajulando, o proibiu até de entrar nos quarteis na década de 90, falo e provo, havia ordem expressa na mesa do Cmt da Guarda para não deixá-lo entrar nos quartéis. (toquinho da maldade era um deles), então o mito depois de eleito está rodeado de lacaios, cadê as PRAÇAS indicadas no governo, não temos competência?

    Resposta
  • 02/02/2019 em 12:52
    Permalink

    O aumento por si só já foi provado que é uma fria, assim como ocorreu em 2001, pois a inflação o aniquila rapidamente. Também é sabido por todos que, a Constituição Federal veda quaisquer equiparação salarial, então, não sejamos inocentes, pois nossos chefes não são leais, portanto não nos representa. Assim sendo, a contrapartida mais ideal nesse contexto, seria a volta do adicional do tempo de serviço, haja vista que o ST tem que ganhar mais que o “aspira”, em razão da possibilidade de oferecer dignidade a sua família! Deputados praças eleitos, nossa esperança está no senhores, porque generais não nos representa!

    Resposta
  • 03/02/2019 em 08:33
    Permalink

    Toda a mídia brasileira e, suspeito, que até a internacional está na mão dos grupos de investidores estrangeiros e vivem dando estas notícias absurdas. Não existe rombo na previdência militar, pois ela é superavitária, o desconto é direto no contra-cheque e é alto, confere lá. Permanecemos contribuindo até mesmo quando vamos pra reserva. Daí, o funcionalismo público civil paga mega salários altos aos servidores técnicos em início de carreira e não consegue sustentar estas benesses pra sempre. Na iniciativa privada, exemplo como o Bradesco(Banco ein!) não recolhem os impostos previdenciários, Não sei por quê, pois os bancos, todo ano, apresentam lucros enormes, e depois de falarem o lucro, ainda ganha dinheiro com o efeito que isso causa na bovespa(sobe o preço da ação). Eles dão dindim pros donos , mas não para a velhice do trabalhador, sabe por quê? Por que o esquema entre os mega power maus empresários do mercado mundial e o governo make brasileiro é pegar a previdência dos disciplinados patriotas e otários pra cobrir o buraco dos outros. Pede o relatório de toda a entrada de todo o dinheiro da pensão militar desde quando começou, Ninguém fornece. Onde está o dinheiro do pré-sal, da copa, das olimpíadas?? Por que as instalações militares são lindas e os contratos dos aviões, dos navios, e bélicos são milionários e o salário do militar é a menor média do serviço público federal. O governo anterior ficou anos no poder e não conseguiu entregar nossas cabeças cortadas ao mercado financeiro, mas este governo atual que tá sendo protagonizado por um Vice, quer piorar ainda mais nossa velhice em um mês.. Perceba o quanto a bovespa sobe toda vez que os traidores falam que vai ter reforma da previdência. Os civis são tão inteligentes e unidos que pra terem sua reforma realizada precisa de lei complementar à constituição. Os militares, basta as canetadas de sempre e que são comuns em quartéis e talvez em uma sessão nosso destino seja definido. Vimos este filme em 29 de dezembro de 2001. Como tem se discutido aqui, milico é lobo de milico, apanhamos por sermos desunidos. Caímos no conto do vigário e vamos acreditar que dinheiro é melhor do que direito? detalhe, nem garantia de aumento há. Anos de vida castrense pra enfim ter certeza que nossos líderes nos abandonam quando são comissionados. Acabando a esperança, a ganância tá mais forte e o exemplo ruim tá vindo de cima. Triste. E ver que nossos colegas acreditam no presidente por questões de gênero ou segurança pública. Tá meio óbvio que isto foi apenas para que a popularidade ofuscasse o maior interesse da ordem mundial, pegar o dinheiro do fundo de pensão dos trabalhadores, fazer reformas trabalhistas que aumentem a servidão, criar previdência capitalizada pra ser administrada pelos bancos… rumo à agenda 2030. Salve-se quem puder. Se o povo fardado soubesse do poder que tem ninguém se atreveria. São como um leão, mas parece que a fera tá dormindo, acorda Proletariado Militar.

    Resposta
  • 03/02/2019 em 08:41
    Permalink

    Mourão esquece que é vice. E como vice deve calar a boca. Se dependesse de sua popularidade inexistente não seria eleito nem pra síndico de condomínio. Elegemos Bolsonaro. Suas opiniões Mourão são desnecessárias.

    Resposta
  • 03/02/2019 em 22:29
    Permalink

    Toda a mídia brasileira e, suspeito, que até a internacional está na mão dos grupos de investidores estrangeiros e vivem dando estas notícias absurdas. Não existe rombo na previdência militar, pois ela é superavitária, o desconto é direto no contra-cheque e é alto, confere lá. Permanecemos contribuindo até mesmo quando vamos pra reserva. Daí, o funcionalismo público civil paga mega salários altos aos servidores técnicos em início de carreira e não consegue sustentar estas benesses pra sempre. Na iniciativa privada, exemplo como o Bradesco(Banco ein!) não recolhem os impostos previdenciários, Não sei por quê, pois os bancos, todo ano, apresentam lucros enormes, e depois de falarem o lucro, ainda ganha dinheiro com o efeito que isso causa na bovespa(sobe o preço da ação). Eles dão dindim pros donos , mas não para a velhice do trabalhador, sabe por quê? Por que o esquema entre os mega power maus empresários do mercado mundial e o governo make brasileiro é pegar a previdência dos disciplinados patriotas e otários pra cobrir o buraco dos outros. Pede o relatório de toda a entrada de todo o dinheiro da pensão militar desde quando começou, Ninguém fornece. Ode está o dinheiro do pré-sal, da copa, das olimpíadas?? Por que as instalações militares são lindas e os contratos dos aviões, dos navios, e bélicos são milionários e o salário do militar é a menor média do serviço público federal.O governo anterior ficou anos no poder e não conseguiu entregar nossas cabeças cortadas ao mercado financeiro, mas este governo atual que tá sendo protagonizado por um Vice, quer piorar ainda mais nossa velhice em um mês.. Perceba o quanto a bovespa sobe toda vez que os traidores falam que vai ter reforma da previdência. Os civis são tão inteligentes e unidos que pra terem sua reforma realizada precisa de lei complementar à constituição. Os militares, basta as canetadas de sempre e que são comuns em quartéis e talvez em uma sessão nosso destino seja definido. Vimos este filme em 29 de dezembro de 2001. Como o montedo, tem discutido aqui, milico é lobo de milico, apanhamos por sermos desunidos. Caímos no conto do vigário e vamos acreditar que dinheiro é melhor do que direito? detalhe, nem garantia de aumento há. Anos de vida castrense pra enfim ter certeza que nossos líderes nos abandonam quando são comissionados. Acabando a esperança, a ganância tá mais forte e o exemplo ruim tá vindo de cima. Triste. E ver que nossos colegas acreditam no presidente por questões de gênero ou segurança pública. Tá meio óbvio que isto foi apenas para que a popularidade ofuscasse o maior interesse da ordem mundial, pegar o dinheiro do fundo de pensão dos trabalhadores, fazer reformas trabalhistas que aumentem a servidão, criar previdência capitalizada pra ser administrada pelos bancos… rumo à agenda 2030. Salve-se quem puder. Se o povo fardado soubesse do poder que tem ninguém se atreveria. São como um leão, mas parece que a fera tá dormindo, acorda Proletariado Militar. Mourao elitista, soldado dos ricos!

    Resposta
  • 14/02/2019 em 07:37
    Permalink

    – “Sacerdócio para eles (subordinados) e boquinhas para nós;
    – Aumento de OMs “rolhas”, para aumentar a quantidade de vagas para generais;
    – Reforma da previdência para atender os interesses do mercado financeiro internacional;
    – espanto com os movimentos de causas sociais e benevolência com os mais ricos;
    – estratificação da sociedade, entre classes e subclass,
    – diárias, cursos, transferências, automóveis, motoristas, empregados, tudo à custas do dinheiro público e bajuladores, assim quero ficar na ativa até morrer;
    – assim pensam quem não representa seus subordinados, esse é o EB.
    Enfim o Albuquerque e Gleuber angariaram cargos na Petrobras e compraram Pasadena, agora o filme se repete, nossos chefes nas boquinhas ricas e aos subordinados? “SACERDÓCIO”

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.