SOLDADOS PARAQUEDISTAS MATA SUPOSTO MARGINAL QUE ATROPELOU MILITARES DURANTE OPERAÇÃO DE GLO DO EXÉRCITO

Supostos meliantes, furaram bloqueio do Exército na Vila Militar no Rio de Janeiro, atropelando soldados. Na mesma Avenida foram interceptados por Paraquedistas que atiraram no veículo, vindo um delinquente a óbito, enquanto os seus comparsas fora alvejado na mão e outro evadiu-se. 

http://odia.ig.com.br/rio-de-janeiro/2017-12-27/suspeitos-furam-blitz-do-exercito-e-atropelam-dois-soldados-na-vila-militar.html

OCORRÊNCIA NA NOITE DE ONTEM DURANTE OPERAÇÃO DE GLO

As Forças Armadas continuam atuando em permanente Operações de GLO – Garantia da Lei e da Ordem, até 31 de dezembro de 2017, respaldados por Decreto Presidencial.

Os supostos delinquentes iniciaram fuga, atirando numa blitz da PM do Rio, na Avenida Brasil. Já na Vila Militar passaram por bloqueio da Polícia do Exército, atropelando Soldados. Ocorre que no final da mesma Avenida existia novo bloqueio e patrulhamento do Exército, dessa feita realizado pela BRIGADA PARAQUEDISTA. Os meliantes mais uma vez furaram o bloqueio quando foram interceptados a tiros de fuzil realizados pelo militares.

 MARGINAL MORTO E COMPARSA FERIDO NA MÃO

No cenário do crime, restou o carro dos bandidos alvejado a balas, um delinquente morto, outro ferido na mão e um terceiro que conseguiu evadir-se.

 

SOLDADOS DO EXÉRCITO ATROPELADOS SOFRERAM TRAUMATISMO CRANIANO E FRATURAS NAS PERNAS  

Conforme nota a imprensa do Comando Militar do Leste, os Soldados atropelados foram levados ao Hospital Central do Exército. Sofreram cada um, Traumatismo Craniano e Fratura nas Pernas. Não há risco de morte.

ESTRITO CUMPRIMENTO DO DEVER LEGAL

Seja observado que os Soldados agiram no estrito cumprimento do dever legal. Não existindo qualquer outra alternativa, uma vez que os meliantes atentaram contra a vida dos militares em missão de GLO – FRISE-SE!

CONDUÇÃO DO CASO SERÁ DA JUSTIÇA MILITAR DA UNIÃO

Com a recente mudança no Código Penal Militar, a ocorrência de homicídio doloso contra a vida, ocorrida em Operações de Garantia da Lei e da Ordem das Forças Armadas,  a condução das investigações caberá ao Exército (Indiciamento), o MPM – Ministério Público Militar, a apresentação ou não de Denúncia e a 1ª CJM – Circunscrição Judiciária Militar o julgamento.

4 comentários em “SOLDADOS PARAQUEDISTAS MATA SUPOSTO MARGINAL QUE ATROPELOU MILITARES DURANTE OPERAÇÃO DE GLO DO EXÉRCITO

  • 28/12/2017 em 14:14
    Permalink

    Que seja prestado todo apoio e garantia aos soldados feridos no cumprimento do dever.

    Resposta
  • 29/12/2017 em 22:46
    Permalink

    Gostei, Messias. Suposto. Perfeito. Até que se prove o contrário. Parabéns.

    Resposta
  • 03/02/2018 em 00:39
    Permalink

    Suposto Marginal? Furaram 2 bloqueios, atropelaram e atiraram contra militares.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.