Soldado encontrado morto em quartel em Lages-SC, culpa superiores

O jovem de Fraiburgo Guilherme Wenningkamp teria ligado para o irmão e deixado uma carta de despedida antes de tirar a vida.

10/04/2018 – 10:15:27 – Atualizada em 10/04/2018 – 11:52:46

Rádio Fraiburgo

Na noite dessa segunda-feira (9), o fraiburguense Guilherme Wenningkamp foi encontrado morto com um tiro na região do maxilar, na cidade de Lages, onde servia as forças armadas do Exército Brasileiro, há um ano e quatro meses. O jovem antes de servir o exército, morava em Fraiburgo no bairro São Miguel e trabalhava na Mecânica Camilo. Ele era filho de Luiz Renato Wenningkamp e de Maria Benta Cruz, ambos ainda residem em Fraiburgo.

Segundo informações apuradas pela nossa reportagem, os familiares se dirigiram a Lages para reconhecimento do corpo. Após a liberação, o corpo de Guilherme será velado na Capela Mortuária ecumênica do Tite, na Avenida Caçador. Antes de cometer o ato, o jovem, teria ligado para um irmão pedindo desculpas, porém, seu irmão ficou sem entender o que ele quis dizer com esse pedido. Guilherme também escreveu uma carta relatando os motivos que o levaram a tirar sua própria vida;

“Boa noite, gostaria de agradecer primeiramente ao meu Pai e minha Mãe, por ter me criado da melhor forma recebendo a melhor educação do do mundo obrigado por tudo mesmo! Ao mesmo tempo me perdoem… hoje estou tomando essa atitude mostrando minha indignação com essa sociedade lixo, Hoje não estou triste e muito pelo contrário só quero fazer todo mundo ver da pior forma um sentimento de indignação vivido por muitos mas expressado por poucos. Fui muito privilegiado em ter ingressado as fileiras do exército aprendi muito, me dediquei ao máximo jurei diante a Bandeira Nacional respeitar meus superiores, cheguei ao extremo prometendo defender a pátria com o sacrifício da minha própria vida se preciso.

Agora surge uma pergunta… Para que tudo isso se no momento em que mais precisei fui esquecido? Todos aqui dentro sabem a humilhação que passei, fui punido como um bandido por não deixaram me despedir da minha tia(mãe) no caixão! Isso é só um dos casos de injustiça. A falta de educação com subordinados ocorre a todo instante.

Em um batalhão onde um serviço de guarda ao quartel pode ser prolongado por horas ou até dias por uma munição perdida, ou até mesmo uma peça de armamento, um superior não tem moral nenhuma para cobrar o zelo com o armamento se todo dia são roubados coisas de muito mais valor para casa por soldados cabos sargentos ou até oficiais e isso ninguém vê, ou melhor* “fingem não ver”.

No último serviço não me senti bem durante um quarto de hora com tonturas e suor excessivo, então tirei a gandola para tentar melhorar um pouco, e o sargento viu. Mais uma vez eu ia ser punido por uma besteira, como se eu não estivesse nem aí para o serviço.

Quem me conhece bem sabe a pessoa que sou, gosto de poucas pessoas, não é qualquer um que conquista minha amizade, não gosto de mentiras, sou sincero, até demais.
Peço desculpas as meus amigos, e até um futuro próximo. Hoje errei e fiquei com meu celular durante o serviço mas foi para se despedir de algumas pessoas…Hoje me despeço cumprindo meu dever, defender a minha pátria até o último dia da minha vida!”

Confira na íntegra a nota enviada à imprensa pelo 1º Batalhão Ferroviário

“O comando do 1º Batalhão Ferroviário lamenta informar que por volta das 22h do dia 09 de abril de 2018, o Sd Guilherme Cruz Wenningkamp que estava de serviço de guarda ao quartel, foi encontrado em Posto de Sentinela, já sem vida, com um ferimento na cabeça, em virtude de disparo de arma de fogo, com indícios de que havia cometido suicídio. No momento, o 1ºBFv  está prestando todo o apoio necessário aos familiares do militar. Um inquérito Policial Militar está em curso para apurar as circunstâncias do fato”.

http://www.diarioriodopeixe.com/noticias/24848-soldado-e-encontrado-morto-dentro-de-quartel-em-lages

6 comentários em “Soldado encontrado morto em quartel em Lages-SC, culpa superiores

  • 10/04/2018 em 18:56
    Permalink

    Infelizmente… Isso não é novidade… Eu poderia citar aqui vários quartéis onde soldados se suicidaram devido a maus tratos de oficiais… E infelizmente de Sgt. O EB está precisando de uma Lava Jato.

    Resposta
    • 14/04/2018 em 14:36
      Permalink

      Você deve ser um mimado indisciplinado e por isso quer arrumar um culpado para seus erros. Tente melhorar na vida com seu próprio esforço e não tentando afetar os outros pelo seu fracasso.

      Resposta
  • 10/04/2018 em 20:55
    Permalink

    Alguma surpresa sobre o relato do jovem soldado?

    Resposta
  • 11/04/2018 em 05:34
    Permalink

    Uma vergonha, tratam soldados como escravos, Oficiais acham que são os senhores de engenho dos subordinados e ainda tem sargentos e subtenentes que são uns verdadeiros babacas. A população civil nem imagina o que é a vida de total desrespeito ao direitos humanos da caserna, principalmente no EB.

    Resposta
  • 11/04/2018 em 11:36
    Permalink

    A galera inteligente saca de cara que o marketing desse Somatrodol é mentiroso. Mas tem gente que acredita em Papai Noel, Coelho da Páscoa, Fada do Dente Vamos respeitar essa galerinha do Mundo de Oz
    Tomei esse suplemento por 2 meses. A única melhora que vejo é que diminui as dores pós treino, só isso. Pró resto não vale nada!
    Olá. Você disse sobre este Somatodrol em específico certo. somatodrol e bom ?
    O produto serve para aumentar o desenvolvimento dos músculos, acelerar a hipertrofia e ainda aumentar o níuvel de testosterona no organismo, hormônio que auxilia diretamente em uma melhor disposição física, mental e sexual, aumentando a libido e ajudando no relaxamento.
    Quais são os benefícios do Somatodrol?
    Auxilia na eliminação de câimbras e impulsos: O suplemente é rico em fibras e proteínas, ajudando a fortalecer os músculos e eliminar os estímulos agressivos do corpo, fatores que causam dores e fortes incômodos. www somatodrol-no-brasil com

    Resposta
  • 11/04/2018 em 22:19
    Permalink

    Sou militar de carreira do Exército, reformado administrativamente contra a minha vontade, no ano de 2011, meu filho foi se alistar, o pessoal do quartel do 29ºBIB, ameaçaram o meu único filho, falaram coisas horríveis de mim pra ele e debocharam dele. Meu filho falava se fosse servir ele iria fazer uma bobagem, mas graças a Deus, ele foi dispensado mediante requerimento jurídico que tratava dos problemas que ocorreu comigo e que isso poderia afetar a vida do meu filho. Se meu filho viesse a servir e passasse a sofrer abusos a primeira pessoa que eu iria matar seria a filha ou o filho do comandante da unidade e de sobra eu iria sentenciar o comandante da 3ª Divisão de Exército. Todos esses abusos que ocorrem com subordinados tem respaldo do Ministério Público Militar e da Auditória Militar, essas pragas judiciárias só existem para ser entraves na defesa das minorias. Lamento pela morte do jovem, hoje os pais do suicida choram a dor dessa morte covarde praticada pelo Exército, gostaria muito de ler nessa pagina que jovem pega fuzil e mata todos os oficiais da unidade por sofrer abusos. No dia que acontecer isso, serei o homem mais feliz da terra.
    Atenciosamente
    loco de bueno

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.