Capitão do Exército saca Arma, faz reféns e ameaça cometer suicídio, no RJ

O Militar foi conduzido pela Polícia do Exército ao Hospital Central do Exército – Que encomenda é essa?

REPORTAGEM COMPLETA DO O DIA

Rio – Um capitão do Exército apavorou clientes e dezenas de funcionários de agência dos Correios em Maricá, Região Metropolitana do Rio, na manhã desta quinta-feira. O homem ficou revoltado ao descobrir que sua encomenda não havia chegado ao local e que ainda estava em Benfica, bairro da capital do estado. A Polícia do Exército foi acionada ao local, e ele seria levado ao Hospital Central do Exército, no Rio.

O incidente começou por volta das 10h na agência localizada na altura do km 28 da RJ-106, no bairro Itapeba, e terminou às 14h10. O trânsito ficou muito lento na região. Após receber a informação sobre sua encomenda, o homem sacou a arma e ameaçou se matar.

Funcionários e clientes dos Correios correram para o fundo da agência e, após chegada da PM, deixaram o local. Segundo a polícia, o homem entregou a arma e disse que só deixaria a agência com a presença da Polícia do Exército, que só chegou por volta das 13h30.  Ele ameaçou cometer suicídio, caso sua encomenda não fosse entregue. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) negociou com o militar.

Em nota, os Correios disseram que o objeto do militar foi encaminhado para devolução ao remetente, porque o endereço indicado para a entrega estava incorreto (indicava uma quadra inexistente), o que impossibilitou a localização do destinatário pelo carteiro.

https://odia.ig.com.br/rio-de-janeiro/2018/03/5520339-militar-do-exercito-se-revolta-em-agencia-dos-correios-saca-arma-e-assusta-funcionarios.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.