CHAMADOS DE “CHEFÕES DO CRIME” – GOVERNADOR, CÚPULA DA SEGURANÇA PÚBLICA E CORONÉIS DA PM DO RIO ACOVARDARAM-SE E “PEDEM PRA SAIR”

A tímida defesa do Governador, cúpula da Segurança Pública, Comando e Coronéis da PM do Rio, fazem da manifestação do irresponsável Ministro da Justiça, Torquato Jardim, assertiva a toda a sociedade. Esperava-se que a desmoralizada cúpula da Segurança Pública e Coronéis da PM do Rio de Janeiro entregassem os Cargos, caso o Ministro não fosse demitido ou exonerado. Já o Governador, a muito, deveria ter sido destituído, uma vez que a Constituição Federal de 1988 determina Intervenção Federal, quando da falência das Finanças e Segurança pública, como ocorre com o Rio. “QUEM CALA CONSENTE”: PEDE PRA SAIR!

Agora, mais que nunca, paira a certeza que a ação de Torquatro, que sai fortalecido, foi premeditada e acordada com os Ministros afetados com o Plano Nacional de Segurança Pública e com o maior “Chefão”, Michel Temer.

 

 

3 comentários em “CHAMADOS DE “CHEFÕES DO CRIME” – GOVERNADOR, CÚPULA DA SEGURANÇA PÚBLICA E CORONÉIS DA PM DO RIO ACOVARDARAM-SE E “PEDEM PRA SAIR”

  • 03/11/2017 em 21:04
    Permalink

    Ter a coragem de falar a verdade as vezes tem um preço muito alt, o ministro Torquato Jardim, teve coragem, mas não é assim que se faz política no Brasil; Quanto aos oficiais da PM… Perderam o cargo (foram exonerados após uma troca de comando na corregedoria da Corporação), há que se analisar o que realmente houve !

    Resposta
  • 04/11/2017 em 10:01
    Permalink

    ESTÃO TODOS DESACREDITADOS, TODOS TEM O RABO PRESO, ENGANAM MUITO O POVO QUE SÓ FICA ESPERANDO A RESPOSTA NA GLOBO, TEM MUITO FUTEBOL, CARNAVAL, A FAZENDA, BBB, FAUSTO SILVA … NOSSO POVO AINDA ESTÁ DORMINDO EM BERÇO ESPLÊNDIDO.

    Resposta
  • 05/11/2017 em 22:29
    Permalink

    O ministro não falou sem base; a informação foi levantada pelas inteligências da Marinha e do Exército. Nada de assustador, para quem conhece o Rio e já serviu aqui.
    O filme Tropa de Elite retrata esta realidade.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.