VIRA PIADA DECISÃO DE DESEMBARGADOR DE PRENDER POLICIAIS SEM SALÁRIOS

O Brasil vive o total descredito nas Instituições, inclusive no Judiciário

https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/com-algemas-nos-punhos-policiais-civis-se-apresentam-para-ser-presos-em-natal-veja-video.ghtm

Desembargador do RN, Cláudio Santos, decidiu Prender Policiais sem Salários.

DESASTROSA DECISÃO VIRA MOTIVO DE CHACOTA – “CONVULSÃO NO RN”

A decisão do Desembargador virou piada na web e só o mesmo acreditava que seria cumprida a decisão de retorno dos policiais ao trabalho, sem receber salários. Ainda que retornem aos trabalhos os resultados na Segurança Pública serão desastrosos.

O Rio Grande do Norte vive uma total convulsão social, uma vez sabido que os Policiais dificilmente retornarão ao trabalho sem receber os seus salários atrasados. O pior é a desmoralização do poder Judiciário, que nos remonta ao ocorrido com o então Presidente do Senado, Renan Calheiros, que desmoralizou decisão atabalhoada de Ministro do STF e em outra ocasião, qualificou Magistrado como “Juizeco de primeira instância”.

PAGAMENTO DOS SALÁRIOS E INTERVENÇÃO FEDERAL  – “LENIÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL”

A muito a saída seria o Governo Federal realizar Intervenção Federal e organizar às Finanças e a Ordem Pública no Rio Grande do Norte. A mesma leniência ocorrida com o Governador do Estado do Rio de Janeiro.

Em verdade, o Governador do Rio Grande do Norte, péssimo administrador, faliu o Estado, não existindo, constitucionalmente, outra saída a não ser o cumprimento dos artigos 34 e 36 da CF/88.

A QUESTÃO NÃO É GREVE E SIM PAGAMENTO DE SALÁRIOS E CONDIÇÕES DE TRABALHO

A decisão do STF, de repercussão geral, existe no sentido de que as Polícias e Forças Armadas, não teriam direito constitucional a greve.

A questão atual é diferente, pois os policiais estão exigindo que seja respeitado o direito fundamental de receber os seus salários, bem como seja dada condições de trabalho, em suma, estariam prontos para cumprir as suas obrigações. A Constituição determina o trabalho assalariado. Esse é o imbróglio.

O Governo Federal é partícipe e culpado de toda essa desgraça, pois poderia ter evitado ou minimizado o problema, realizando o empréstimo emergencial de 600 milhões de reais.

Policiais Civis do RN se apresentam algemados a Delegacia Geral.

Dias sombrios hão de se abater em 2018 no Brasil, caso ocorra total descredito nos Poderes Constituídos e Instituições

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.