Salário da PM de MT esculacha o dos militares FFAA, enquanto Generais querem aumentar o tempo de serviço

A remuneração da Polícia Militar de Mato Grosso saltou da 16ª posição para se tornar a 7ª maior do país, a partir de dezembro de 2015. Com esse salto de 9 posições no ranking salarial das polícias militares brasileiras, o provento do soldado, referência nessa classificação, passou de R$ 3.067,40 para R$ 3.973,69.

Esse valor-base se restringe aos soldados que estão no início da carreira, que acabaram de deixar a academia e ingressaram na carreira militar para o estágio probatório de três anos. Para os soldados que têm mais de três anos há outros dois níveis salariais: R$ 4.470,40 e R$ 5.445,03, efetivados conforme o tempo de serviço.

O salário inicial do policial militar mato-grossense fica abaixo apenas de Brasília, Rondônia, Tocantins, Goiás, Santa Catarina e Minas Gerais. Nos demais níveis salariais, a partir do posto de cabo até o maior, coronel, os salários pagos em Mato Grosso se equiparam aos dos estados que figuram entre os melhores salários.

O ranking salarial é elaborado anualmente pela Associação Nacional de Entidades Representativas de Policiais Militares e Bombeiros Militares (ANERMB). A última edição é de julho de 2015.

Em um texto intitulado ‘Reestruturação salarial – um sonho realizado’, escrito em conjunto pelas associações policiais de Mato Grosso (ASSOF, ASSOADE, ACS-MT e ASMIP), disponível na página da ASSOF, os líderes das entidades representativas escrevem: ”passados longos 15 (quinze) meses desde a sanção da Lei de Reestruturação Salarial(541/2014), finalmente chegamos ao momento mais importante dela, o pagamento da terceira e última parcela”.

Continuando, eles expressam: “a caminhada não foi fácil e os obstáculos em determinados momentos pareciam intransponíveis, mas, enfim, conseguimos. Sim, conseguimos, todos nós, Oficiais e Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar unidos, como nunca antes se viu. A terceira parcela entrou em vigor neste dia 01 de dezembro de 2015 e, graças a Deus e ao Governador Pedro Taques, que mesmo com todas as dificuldades por que passa o Estado de Mato Grosso demonstrou grande respeito e consideração por todos os policiais e bombeiros militares e determinou o cumprimento na íntegra da nossa legislação”.

http://www.mt.gov.br/noticias/-/asset_publisher/oLnTt5yyyZbL/content/salario-da-pm-de-mato-grosso-salta-da-16-posicao-para-se-tornar-o-7-maior-do-pais?inheritRedirect=false

ABAIXO A TABELA DE SALÁRIOS DOS PMs  E BMs DE MATO GROSSO, COMPARTILHADA NA INTERNET

“TABELA DE SUBSIDIO DOS PMs E BMs DE MT, A PARTIR DE 01 DE OUTUBRO DE 2018

Entrou em vigor em 01/10/2018 e terá o pagamento efetivado até o dia 10 de novembro, a nova tabela de subsídio dos militares estaduais de Mato Grosso (Policiais Militares e Bombeiros Militares).

POSTO / GRADUAÇÃO
CEL N1 – 31.977,61
CEL N2 – 32.040,12
CEL N3 – 32.102,63

TEN CEL N1 – 27.964,80
TEN CEL N2 – 28.027,32
TEN CEL N3 – 28.089,80

MAJOR N1 – 24.453,56
MAJOR N2 – 24.516,06
MAJOR N3 – 24.578,57

CAPITÃO N1 – 19.537,84
CAPITÃO N2 – 19.600,36
CAPITÃO N3 – 19.662,86

1 TEN N1 – 15.605,25
1 TEN N2 – 15.667,77
1 TEN N3 – 15.730,27

2 TEN N1 – 14.032,25
2 TEN N2 – 14.094,76
2 TEN N 3 – 14.157,24

ASP OFICIAL – 12.208,67

AL OFICIAL – 8.494,36

SUB TEN N1 – 12.083,66
SUB TEN N2 – 12.146,17
SUB TEN N3 – 12.208,67

1 SGT N1 – 10.862,80
1 SGT N2 – 10.925,30
1 SGT N3 – 10.987,84

2 SGT N1 – 10.252,38
2 SGT N2 – 10.314,89
2 SGT N3 – 10.377,38

3 SGT N1 – 9.031,50
3 SGT N2 – 9.094,01
3 SGT N3 – 9.156,51

CABO N1 – 8.348,97
CABO N2 – 8.411,50
CABO N3 – 8.474,01

SD N1 – 4.883,49
SD N2 – 5.493,93
SD N3 – 6.691,69”.

Nota do Editor: como bem disse o Blog do Montedo, o presidente eleito, Capitão Jair Bolsonaro, defendeu acidamente a melhoria salarial dos militares, especialmente a revisão da “MP DO MAL”. São centenas de defesas realizadas pelo então Deputado Federal. “A partir de janeiro de 2019, será Bolsonaro que detêm a chancela”.

 “E AGORA JOSÉ”

22 comentários em “Salário da PM de MT esculacha o dos militares FFAA, enquanto Generais querem aumentar o tempo de serviço

  • 18/11/2018 em 12:28
    Permalink

    Enquanto isso… Nossos Cmt’s brigam pra nos manter pra baixo… Sem salário decente e sem promoção.
    Triste isso…b

    Resposta
  • 18/11/2018 em 12:35
    Permalink

    É uma vergonha, com 31 anos de serviço tendo três promoções na carreira hoje como subtenente ganhar o salário igual a um cabo da PM, ainda com chances de ter aumento no tempo de serviço.
    Agora promover e aumentar nosso salário vergonhoso ninguém quer.

    Resposta
  • 18/11/2018 em 12:45
    Permalink

    Sabe porque os nossos salários (FFAA) estão um porcaria? porque temos Almirantes, Generais e Brigadeiros que não lutam por nos, lutam só por eles mesmo, lutam para conseguirem uma boquinha quando irem para reserva. Nos venderam na MP do Mal para ganharem suas boquinhas e a tropa e sua famílias que se lasque. Os direitos que perdemos na MP do mal (Posto acima na reserva, LE, 1¢ ano ano, auxilo moradia) as Policias Militares e Bombeiros militares ainda possuem.
    A pouco tempo Generais de Exército reclamaram de coronéis da PM ganharem mais que generais de Exército. Sabem porque eles ganham mais oficias das FFAA……por que são competentes.

    Resposta
  • 18/11/2018 em 12:50
    Permalink

    Enquanto as Policiais Militares e Bombeiros militares tem salários destes; nas FFAA os nossos chefes pensam em aumentar nosso tempo de serviço, dizendo que devemos nos sacrificar, como se não houvesse sacrifício com a MP do Mal. Falam em aumentar para 35 anos o tempo de serviço por causa de pressão da mídia (covardes); mais não falam de salários dignos e nem de devolver nossos direitos roubados com a referida MP. Covardes que só pensam em suas boquinhas ao irem para reserva.

    Resposta
  • 18/11/2018 em 15:02
    Permalink

    Nossos Generais só pensam neles mesmos e eles não dependem de salario pois um General tem tantas vantagens e regalias que na verdade eles recebem indiretamente muito mais de R$ 100.000,00 por mês então o Sub Véio que se explodaaaaaaa

    Resposta
  • 18/11/2018 em 15:45
    Permalink

    O nosso inimigo é interno, estamos ganhando menos que as guardas municipais e os agentes prisionais dos Estados! Em Goiás um agente prisional tira 8 sv e ganha 9 mil mensais! Fato!

    Resposta
  • 18/11/2018 em 16:39
    Permalink

    Senhores, a culpa é nossa. Sabe porquê? Porquê sempre fomos leais a quem nunca foi leal conosco, nem com as nossas famílias. Sempre ouvimos (e a pouco mesmo ouvimos novamente) que a política não pode entrar nos quartéis. Balela! A política DEVE entrar nos quartéis. Sob pena de, em não nos envolvermos nela, sermos massacrados como estamos sendo a tantos anos.

    Solicito ainda senhores que nos unamos, e comecemos a denunciar as mordomias desses… Tipo: diárias sem necessidade, tratamento em convênios caros do Fusex, reformas desnecessárias em PNR funcionais quase que anualmente, excesso de militares designados para serviços particulares diariamente na mesma residência (motoristas para “madames”, diversos taifeiros para atender apenas um domicílio, copeiros, guardas, piscineiros, jardineiros e etc etc etc), viaturas particulares para levar filhos nas escolas, combustível das unidades para carros particulares, gêneros comprados com dinheiro público para abastecer residências particulares…. e tantas outras coisas que temos conhecimento e somos constrangidos, e até mesmo ameaçados, para não falarmos.

    Ora, assim é fácil! Os (as) Praças e suas famílias, que se f…

    Senhores, filme, fotografem, gravem as ordens absurdas e denunciem à imprensa ou ao MP. Não precisamos mentir nem inventar, sabemos da verdade, pois vivemos isso diariamente.

    Até quando vamos ficar calados e nos contentar com as sobras??? Atitude guerreiros!! Pelas suas famílias!!!

    Resposta
  • 18/11/2018 em 18:41
    Permalink

    Esculacho!!!!
    Um ST do EB ganha menos que Cb da PM! Um Cel EB ganha menos que um Maj PM!
    Vamos lembrar da “acumulação de vantagens dos cursos feitos”, que traria um “qualquer” para nós, tendo parecer favorável dos Cmts da MB e da FAB, mas o Cmt do EB foi contra. Um dos motivos foi, segundo ele, que quebraria a “hierarquia”, e citou como exemplo um caso em que um Cap da Bda Inf Pqdt ganharia mais que um Maj de uma Bda normal. Desde quando “vantagem pessoal” é motivo de quebra de hierarquia?!?!
    Para mim, os 3 Cmts escolhidos, à dedo, pelo PT são os piores nos meus 28 anos de caserna!!! Não fizeram nada para dar dias melhores “aos seus”!
    As FFAA chegou a um nível extremo de desmoralização e sucateamento, tudo isto com a covardia, leniência e descaso dos nossos Cmts!
    Querem aumentar o tempo de Sv, mas cabem as perguntas:
    Teremos plantão de 24 Hs, com REPOUSO DE 72 hs, como é na PM?
    Os dias de manobras e acampamentos serão contados como 1 dia= 3 × 8 hs diárias = 3 dias trabalhados?
    Teremos horas extra, adicional noturno, de periculosidade etc?
    Teremos FGTS?
    Como serão contados os dias em missão de paz, em zona de conflito, como foi no Haiti, já que é uma situação “anormal”?!
    Teremos, enfim, tudo que os civis e as polícias têm de vantagens?!?!?!
    Aos “lobinhos”: ESTUDEM E PROCUREM SE VALORIZAR, pq, nas Forças, a coisa está difícil, ano após ano!

    Resposta
  • 18/11/2018 em 19:00
    Permalink

    Quem vendeu nossos direitos em troca boquinha? Foi ali que nossa carreira desmoronou! Moro neles!

    Resposta
  • 18/11/2018 em 20:48
    Permalink

    Mais do mesmo…
    Antigamente um general era um ser respeitado, admirado, quase intocável, mas fazia por merecer esse tratamento, eram os chefes da tropa, eram eles que “brigavam” pelos seus subordinados, porém há muitos anos que deixaram de ter essa conduta e passaram a agir corporativamente, não se preocupam mais com a tropa e sim com sua situação “atual” e com o que poderão conseguir na passagem para a reserva, miram um cargo público (púbico ?), uma função na política, política essa que aliás sempre foi proibida de ser exercida dentro dos quartéis, mas que sempre foi exercida por eles, a começar pela sua promoção, a ascensão ao generalato é exclusivamente política, pois a escolha de quem é promovido independe de antiguidade ou merecimento, é ESCOLHA e isso nada mais é que política.
    No ano de 2000 editaram uma Medida Provisória chamada MP do MAL, onde retiraram muitos direitos dos militares – claro que aqueles que a criaram já tinham todos esses direitos adquiridos – Medida esta que até hoje não foi revisada em sua essência, nestes 18 anos vimos muitas vezes o Dep Fed JAIR BOLSONARO cobrar providências em relação à mesma, enquanto que nossos chefes se regozijavam com carros e residências oficiais – entre tantas mordomias – e nenhuma providência tomavam em relação a isto. Vejamos se assumindo a presidência em 1º jan 19, o novo presidente irá tomar alguma atitude com foco na referida medida Provisória.
    Até lá continuamos nesse barco à deriva, sem comandante…

    Resposta
  • 18/11/2018 em 21:29
    Permalink

    Engraçado, como o novo governo e seus eleitores do alojamento, ninguém aqui comenta sobre melhoria salarial com o mito. Antes, ele cobrava melhores salários e dizia que sozinho não podia fazer nada. Seus eleitores (maioria da milicada) diziam que se ele fosse eleito tudo mudaria. Agora, o que impera nos alojamentos é o silêncio absoluto sobre melhoria salarial. Só ouço poucos já aceitando que serão sacrificados na reforma da previdência. Foi para isso que vocês apoiaram e votaram no mito? Para falar e chorar sobre os salário das PM? Quando o mito vai nos valorizar com melhores salários? Não temos mais comunistas no governo.

    Resposta
  • 18/11/2018 em 22:39
    Permalink

    Vergonha pra todos os militares das FA. Enquanto os Generais querem aumentar tempo de serviço e tirar direitos de nós militares das FA, as PM nos Estados e CBM valorizam seus quadros. parabéns pra eles e uma vergonha pra nós. Estamos ferrados com esses Generais.

    Resposta
  • 19/11/2018 em 08:40
    Permalink

    Saibam analisar:
    Um soldado da PM é um militar de carreira, não podendo ser comparado a um conscrito das FFAA.
    Sou favorável ao incremento salarial dos militares das FFAA aos que são de carreira.

    Resposta
  • 19/11/2018 em 08:50
    Permalink

    A folha de pagamento do FFAA é fixa, ou seja, previsível. Entretanto ela se dilata verticalmente, assim como o conceito. São suprimidas vagas para promoções de praças, essas previstas já na folha de pagamento, orçamento público, gerando um acumulo de capital, economia. Esse valor é transferido para diárias, PTTC, e Pagm de NPOR/CPOR (apadrinhados)…. E, por fim, os cofres públicos não sentem o impacto do apadrinhamento. Pois, são suportados pelos praças. Rogo a deus que quando o povo brasileiro realmente precisar do EB, ai nesse momento, esteja um equipe de profissionais e não alguns meros gambiarras.

    Resposta
    • 20/11/2018 em 18:18
      Permalink

      Excelente! O valor de uma promoção de Subtenente para QAO, da para sustentar 04 (quatro) OTT em média por 8 anos. Multiplique pela quantidade que não são promovidos. Ainda sobra para pagar essas indenizações fraudulentas: alguns recebendo em torno de 400 mil.

      Resposta
  • 19/11/2018 em 09:33
    Permalink

    Acho mais fácil os cabras (generais), agora no poder, lutarem para abaixar os salários das PMs, aguardem e verás!

    Resposta
  • 19/11/2018 em 19:44
    Permalink

    A Polícia Militar do Mato Grosso recebe por subsídio e não por remuneração, como os militares das forças armadas.

    A polícia militar não possui os 3 postos de generais que impactam na diferença de remuneração dos praças, diminuindo consideravelmente.

    Se as forças armadas recebessem por subsídio seria melhor destribuído o escalonamento, já que a remuneração dos generais são bem maiores que o soldo.

    Antiguidade o soldo do subtenente era igual ao do aspirante-a-oficial e atualmente está aumentando essa diferença, praticamente um fosso se abriu entre os praças e oficiais.

    Para existir uma certa paridade de recebimento entre as forças armadas e polícias militares seria acabar com o posto de general, existiria apenas em caso de guerra.

    De qualquer forma as polícias militares estão de parabéns pela sua política de remuneração de pessoal.

    Resposta
  • 19/11/2018 em 23:21
    Permalink

    Já no EB reduziram as vagas para QAO expondo os subtenentes a situações vexatórias e humilhantes onde pra sair promovido o praça tem que bajular e babar mesmo.

    Resposta
  • 20/11/2018 em 11:05
    Permalink

    No EB os caras só pensam em dificultar as promoções a QAO e enfiar mais missões boca podres nos praças.

    Resposta
  • 22/11/2018 em 08:12
    Permalink

    Me tiraram o posto a cima depois de 24 anos de serviço . As mudanças nas Forças Armadas não dar direito adquirido infelizmente todo militar até poderia passar do tempo normal de serviço . Temos que sair para entra no mercado de trabalho para completar o salário .

    Resposta
  • 30/11/2018 em 05:15
    Permalink

    O cúmulo do ridículo é o presidente decretar que as FFAA substitua a PM, com esses salários os PM era que deveriam ir ao Rio de Janeiro trocar tiro com marginais.
    Sinto-me cada vez mais desprezível com Cmt do Exército, estão preocupados apenas com vossos umbigos e nunca com seus homens.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.