Subtenente é exonerado de Adj Cmdo por postar: “Bolsoverme e Lamarca (Herói)”

Daniel De Los Santos tem uma conta no Facebook. Seu perfil é o de um esquerdista padrão:  ele chama Bolsonaro de ‘Bolsoverme’, é fã de Manuela D’Ávila, Guilherme Boulos e – óbvio! – quer Lula livre. Tudo certo, cada um com suas opiniões, afinal, estamos num País livre, não é mesmo?

Daniel é grande admirador de Carlos Lamarca, personagem que pode ser definido em três palavras: infame, assassino, traidor. Seu nome envergonha a história da Aman, de onde saiu para, já como capitão, desertar do 4º RI levando 60 fuzis. três metralhadores e munição e juntar-se à VAR Palmares, força guerrilheira que combatia o governo militar.  Lamarca foi pessoalmente responsável pelo assassinato do tenente Alberto Mendes Júnior. O jovem oficial da PM paulista foi trucidado a coronhadas no Vale do Ribeira por ordem de Lamarca, após um ‘julgamento revolucionário’, sofisma esquerdista para justiçamento.

Ao chamar o roubo do armamento de ‘desapropriação’ e dizer que “nós, militares patriotas, temos uma dívida de gratidão para com este verdadeiro mito!!!”, Daniel ofende, cospe na cara de todo militar que tenha orgulho da farda que veste.

O sujeito que se apresenta como Daniel De Los Santos no Facebook  é o subtenente do Exército Daniel dos Santos Melo, Adjunto de Comando do 2º Batalhão Ferroviário. Vocês sabem: sou um entusiasta de primeira hora da função de Adjunto de Comando. Espero ainda estar por aqui para assistir às mudanças iniciadas à partir de sua criação. Infelizmente, vivi o suficiente para sentir esta profunda vergonha.

Após a divulgação das publicações nas redes sociais, o subtenente Daniel foi afastado da função deverá ser exonerado do cargo pelo Comandante do Exército.

23 comentários em “Subtenente é exonerado de Adj Cmdo por postar: “Bolsoverme e Lamarca (Herói)”

  • 23/07/2018 em 19:24
    Permalink

    Estes são os que possuem mérito conforme nossos superiores do EB….com certeza sairá QAO.

    Resposta
  • 23/07/2018 em 21:46
    Permalink

    Será que já começaram a colocar as asinhas para o lado de fora.

    Se ele não tiver um peixão tipo 4 estrela pode dá adeus a sua promoção.

    Resposta
  • 23/07/2018 em 22:11
    Permalink

    Como que esse Subversivo conseguiu chegar a Subtenente?
    Bom, agora ele poderá se juntar aos seus amigos esquerdistas que comungam idéias subversivas. Rua pra ele. Tem que ser expulso.

    Resposta
  • 23/07/2018 em 23:04
    Permalink

    A maior dúvida fica por conta de quem indicou o militar para o cargo. Sinceramente não compreendo como um comandante pode indicar um militar com esse perfil, que ele não faz questão de esconder, para ser o elo entre as praças de sua unidade e o comando. Uma liderança totalmente negativa, segundo os valores cultuados pela força.

    Resposta
  • 24/07/2018 em 06:25
    Permalink

    Lamarca se apropriou do armamento do exército para fazer uma revolução no qual a instituição condena, mas pior faz a instituição que se apropriou da vida de um militar, roubando seus sonhos, destruindo sua honra, personalidade e jogando no lixo sua dignidade, usando para isso laudos médicos com aparente legalidade, e pior ainda quando invade a residência do militar com Mandado de Segurança forjado com o efeito de transformar a vitima em criminoso utilizando desse feito inclusive apoio do Ministério Público Militar e dos Juízes Auditores. Nesse contexto fica difícil e complicado falar que a referida organização militar preza pelos ideais democrático.
    A terrível lenda do 29ºBIB

    Resposta
    • 25/07/2018 em 23:03
      Permalink

      Vou entrar na sua casa e “desapropriar ” seu carro, TV, esposa, filhos, etc…e doar para uma causa social mais nobre do que vc as usa. Pode ser?

      Laudos médicos forjados? Serve os que muitos militares-vagabundos usam para pedir reforma por problemas de coluna, etc, mas são vistos em academias ou carregando peso em prol do seu próprio negócio????? O EB pode ser condenado por possíveis (e na maioria das vezes reconhecidos) erros, mas as vítimas (e na maioria das vezes pessoas vagabundas) não?
      Afinal de contas, para que time vc torce?

      Resposta
  • 24/07/2018 em 09:02
    Permalink

    A questão do ST ser fã de Lamarca, ou não, acaba sendo irrelevante no contexto geral (a meu ver), mas a questão para mim seria… se o mesmo não comunga dos ideais da força terrestre, que cola a pecha de traidor a Lamarca, o que veio fazer no EB? Não questiono sua competência pois não o conheço, mas parece meio incoerente e aprofundando um pouco mais, parece que em momento algum fez questão de esconder essa opinião,sabedor disso, que Cmt o indicaria a um cargo de confiança em que a crença nos ideais pregados pelo EB é essencial, ou alguém acredita que o adj de cmdo não está alinhado com o pensamento de seu Cmt?

    Resposta
    • 08/08/2018 em 13:15
      Permalink

      Caro Julio Cesar, bom dia, sobre o intitulado ST, concordo com seu comentário, em parte, pois se esse elemento, é fã de um ex-militar marginal, todos na unidade onde ele serviu sabem de seus ideais, mais ainda o seu comandante, esse é um dos muitos que comungam dos comunistas e malfeitores neste pais, que estão mobiliando todos os órgãos públicos, inclusive as FFAA. O comandante é o principal responsável por esse elemento desempenhar a função de seu assessor, pois o escolheu, ai tem, o Comando da força não vai fazer nada, pois tem pensamentos estranhos também, pois é amigo pessoal do Rebelo, ex- ministro da Defesa. Infelizmente as FFAA estão também com metástases dessa peste que esta destruindo nosso Amado Brasil, estou otimista em relação as próximas
      eleições, Brasil acima de tudo…

      Resposta
  • 24/07/2018 em 09:26
    Permalink

    Bom dia a todos! Brasileiro é curioso!
    Eu gostaria de saber se você que achou que o exército fez errado em afastar esse militar, tivesse uma empresa por menor que fosse, indicasse alguém para um cargo de (relevância), falasse mal de sua empresa e ainda de seus ideais como chefe e dono da empresa, o que vc faria? bem pois existem pessoas, em sua maioria militar que ainda acha que o exército é obrigado a aceitar suas idéias, meu nobre amigo cada tem sua idéia, porem precisamos respeitar a instituição. Tá insatisfeito, simples peça para sair e siga seus ideais.
    Finalizando, nosso exército precisa e muito evoluir, sua doutrina e seus métodos de avaliação e valorização. Devemos desenvolver e divulgar idéias que contemplem o todo. O Respeito a antiguidade dentre outras coisas que são necessárias para uma boa convivência.
    Um Grande Abraço.

    Resposta
  • 24/07/2018 em 12:43
    Permalink

    Tem o direito de ter suas convicções e ideologias, porém as mesmas vão de encontro aos valores e ideais da Instituição. Está na profissão errada. Vá para outro lugar onde possa ser acolhido pelos seus afins. De repente poderá até perceber seu equívoco.

    Resposta
  • 24/07/2018 em 20:24
    Permalink

    Como alguém pode condenar a atitude do Subten Daniel, em um país sem governo federal, Estadual e Municipal, sem justiça justa, sem democracia, pois somos obrigados a votar, parlamento comprado do senador ao deputado, um ex presidente preso que é líder nas pesquisas para Presidência da República, sim ele mesmo LULA, nossos generais do Exército, Marinha e Aeronáutica, sem força dentro das próprias armadas, praças insatisfeitas, como condenar um militar no meio de tanta lama,
    Ass. SGT QE.

    Resposta
  • 24/07/2018 em 20:26
    Permalink

    Exonerado por ter opinião? Falar a favor pode, falar contra, não? Estranho esse momento em que vivemos…
    O então Cap Bolsonaro foi punido exatamente por ter opinião que era dissonante dos seus chefes à época. Agora, o nosso companheiro não pode fazer o mesmo? Se ele tivesse em suas páginas “pessoais”, não institucionais, algo como Fora Lula! ou qualquer coisa do tipo, aí estaria ok?
    Agora, sobre esse tal Bolsonaro:
    Talvez eu seja apenas uma voz dissonante. Mas, ainda que, como brasileiro, militar e patriota, espero que não, tenho quase certeza que esse Bolsonaro será uma tragédia. Para todos, inclusive para nós, militares. Antes, um parêntese. Engraçado como o tempo distorce as coisas. Quando eu entrei para o Exército, em 1990, o Sr Bolsonaro era considerado “persona non grata” nos quartéis. Havia um memorando em todos os quartéis, cuja cópia estava no corpo da guarda, proibindo a entrada desse cidadão em qualquer Organização Militar. Ele foi julgado e considerado, por unanimidade, por um Conselho de Justificação, sendo condenado a prisão disciplinar. Seu caso subiu para o STM, e ele pediu reserva antes de ser expulso e ser considerado indigno para o oficialato.
    https://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/05/1884033-bolsonaro-admitiu-atos-de-indisciplina-e-deslealdade-no-exercito.shtml
    Agora, passados alguns anos, ele se transformou em nosso defensor? Ele foi condenado, por unanimidade, por atos terroristas, inclusive.
    Procurem se informar! É apenas o que peço.
    Bolsonaro não me representa.

    Resposta
    • 24/07/2018 em 23:51
      Permalink

      Perfeito seu comentário, não só Bolsounada, mas tbem Henrique Pinto Ten Tempo, eram pessoas não gratas nos quartéis. Agora querem expor o ST como ridículo, Tiradentes foi enforcado por achar que 20% de imposto para a coroa imperial era muito, hoje somos triplicados nestes valores entre os impostos nas mercadorias e na fonte, e querem falar de Lamarca, fala sério somos comandados por um general de cadeira de rodas, as juntas médicas rasgam o estatuto dos militares e as Normas técnicas do centro de perícia do exército, como julgar alguém incapaz para o serviço do exército, é tudo uma, onde vale o interesse.
      O ST Daniel e apenas uma forma de ver se vai se aceito ou não pela comunidade militar, para através deste informe, revelar a informação e ver como está reagindo a tropa em seus pensamentos, o RPI de vcs excelências que sondam as redes sociais esta todo furado pq da mesma forma que jogam contra informação recebem as mesmas de volta.
      Confie nas praças, pq é delas que depende todo o povo, pq são elas que vivem no meio do povão.
      Ass. SGT QE

      Resposta
      • 25/07/2018 em 23:25
        Permalink

        …..Gen Cadeirante que não pediu reforma. Conheço gente que perdeu um OLHO e progrediu na força por seus méritos físicos e intelectuais, mesmo depois de ca-olho……o que vc acha disso?

        Tem milirar-vagabundo que pediria reforma por uma unha encravada se pudesse. Tem gente que tenta burlar o sistema para se dar bem de todo jeito. Quando o EB dá APTO, na maioria das vezes é pq sabe que o indivíduo tem condições de ser bem sucedido na vida civil SE CONTAR COM E NA MESMA PROPORÇÃO DE SEU ESFORÇO PRÓPRIO….

        mas o vagabundo quer mamar na teta, receber sem tirar serviço (por que está baixado), cumprir expediente das 8:00 às 17:00 como se fosse um civil funcionário público, fazendo o que qualquer idiota faria, mas recebendo em dia sem ter que dar satisfação de seu esforço….

        Fala sério!

        Resposta
    • 25/07/2018 em 23:14
      Permalink

      Ele elogiou Lamarca na época. Pegou em arma, matou compatriotas? Ou ele só estava revoltado com o sistema (de promoção, movimentação, missão no exterior, remuneração, etc)? … e quis ser ouvido, chegando ao ponto de dar entrevista não autorizada (e por isso foi punido e considerado um possível subversivo comunista, e, por isso, ‘persona non grata’?)

      Dilma Rousseff pôde ser a presidANTA, mesmo com seu histórico (pior que o de Bolsonaro), e o que vc diz a respeito?

      Resposta
  • 24/07/2018 em 20:46
    Permalink

    ANEXO I DO RDE
    (…)
    57. Manifestar-se, publicamente, o militar da ativa, sem que esteja autorizado, a respeito de assuntos de natureza político-partidária;
    (…)

    59. Discutir ou provocar discussão, por qualquer veículo de comunicação, sobre assuntos políticos ou militares, exceto se devidamente autorizado;
    (…)

    Resposta
  • 24/07/2018 em 21:10
    Permalink

    Isso só demonstra que ser adjunto de comando e ser promovido a QAO não se leva em conta a competência e sim a indicação. O exercito sempre promoveu analfabetos a generais e subtenentes que mal escreviam o nome a oficiais QAO. Pessoa antigo sabe disso. Aí o exercito inventa concurso interno para habilitar subtenente a QAO (sem garantia de promoção), inventa o tal de adjunto de comando (sem critérios, apenas indicação), inventa de manda subtenente para tiro de guerra (não recebe nada, só missão)… Isso motiva quem? Somente burros do EB se matam por essas funções, porque o militar inteligente, vai pra reserva como subtenente, sem dívidas e com várias viagens ao exterior… enquanto os babões ralam pra conseguir uma boquinha pra ser auxiliar de adido militar (preencher cartão de aniversário) no Paraguai.

    Resposta
  • 24/07/2018 em 23:52
    Permalink

    Perfeito seu comentário, não só Bolsounada, mas tbem Henrique Pinto Ten Tempo, eram pessoas não gratas nos quartéis. Agora querem expor o ST como ridículo, Tiradentes foi enforcado por achar que 20% de imposto para a coroa imperial era muito, hoje somos triplicados nestes valores entre os impostos nas mercadorias e na fonte, e querem falar de Lamarca, fala sério somos comandados por um general de cadeira de rodas, as juntas médicas rasgam o estatuto dos militares e as Normas técnicas do centro de perícia do exército, como julgar alguém incapaz para o serviço do exército, é tudo uma, onde vale o interesse.
    O ST Daniel e apenas uma forma de ver se vai se aceito ou não pela comunidade militar, para através deste informe, revelar a informação e ver como está reagindo a tropa em seus pensamentos, o RPI de vcs excelências que sondam as redes sociais esta todo furado pq da mesma forma que jogam contra informação recebem as mesmas de volta.
    Confie nas praças, pq é delas que depende todo o povo, pq são elas que vivem no meio do povão.
    Ass. SGT QE

    Resposta
  • 25/07/2018 em 00:06
    Permalink

    RDE e seus artigos,
    Deixa de ser bobo o anônimo,
    Anota meu Nr de celular
    (21) 989796959493929190,
    A carta magna conhecida como Constituição Federal me permite falar sem inventar, quer dizer que é livre a manifestação de pensamento, só não sei onde fica escrito, mas avisa pra eles que o Art 7, prevê que o salário do trabalhador tem que dar para algumas coizinhas que a Excelências talvez desconheçam:
    I (…)
    II (…)
    III (…)
    IV – salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender às suas necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo, sendo vedada sua vinculação para qualquer fim;

    ASS. SGT QE

    Resposta
  • 25/07/2018 em 22:43
    Permalink

    Ué! E era para ser vangloriado, receber medalha por essa atitude? Não só pelo ‘Bolsoverme’, pois isso é política e manifestações assim não deveriam ser públicas de modo que fossem diretamente associadas a um militar (da ativa)…acho que isso está no RDE. Mas chamar Lamarca de herói???? Porra, se ele merece prêmio e não exoneração por isso, vou mandar meu Cmt de OM, Bda, RM, EB, tomarem no ‘c’ e quero medalha de bravura também. Ah! Para de mi mi mi, tem mais é que ser exonerado mesmo. Sub formador de opinião de geração Nutella tem mais é que ficar no alojamento sendo leão, só reclamando da vida na caserna e (mas) aproveitando das peixadas para peruar só missões boca-boa….vai pra Boa Vista e abriga os venezuelanos no PNR…aí eu começo a mudar meu pensamento sobre ele.

    Resposta
  • 27/07/2018 em 15:55
    Permalink

    Transexuais e gays podem entrar no exército colocar o seu companheiro como dependente, mas quem elogiar Lamarca é exonerado.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.