TAF e TAT? CP-QAO promoveu subtenente que passou anos reformado e inativo

O militar foi reformado por doença grave, tendo reingressado por medida judicial e estranhamente é promovido a oficial do QAO, na primeira leva da turma – Veja os aditamentos e quadro demonstrativo abaixo.

DATAS ACONTECIMENTOS
08/05/2006 REFORMADO
31/08/2008 REQUEREU RETORNO SV ATIVO (INDEFERIDO)
29/11/2011 RETORNOU SV ATIVO COMO 1º SGT –  MEDIANTE LIMINAR
01/12/2010 ÚLTIMO PROMOVIDO POR ANTIGUIDADE A SUBTENENTE (RETROAGIU JUDICIALMENTE)
01/06/2015 PROMOVIDO A 2º TEN QAO, POR MERECIMENTO, RECEBENDO BOA QUANTIDADE DE PONTOS DA CP-QAO, NESTA ÉPOCA SERVIA NA DCIPAS.
Observação O militar tentou melhoria de reforma que lhe foi negada

SÍNTESE DESSE CASO E DAS ESTRANHAS DECISÕES DA CP-QAO

O militar é reformado com doença grave, porém não sendo considerado inválido, ou seja, na graduação que possuía (Sargento). Tenta a melhoria da reforma que lhe é negada e, posteriormente, consegue a reintegração a Instituição, por meio de liminar judicial.

Posteriormente, para surpresa de todos de sua turma, consegue uma surpreendente movimentação para a DCIPAS. É promovido como último, nas promoções à Subtenente. Pasme é promovido ao ingresso a QAO – Quadro Auxiliar de Oficiais, recebendo uma quantidade expressiva de pontos da CP-QAO – Comissão de Promoções ao Quadro Auxiliar de Oficiais – Viva a quem tem QI (Quem Indique).

QUESTIONA-SE SOBRE TAF, TAT, BEM COMO PARA QUE SERVE JUNTAS DE SAÚDE

O que se questiona, COMO o militar mesmo muito tempo afastado do Exército conseguiu pontos na sua FVM – Ficha de Valorização do Mérito e da CP-QAO, uma vez ter permanecido afastado por longo período de tempo.

Como pontuou nos seus TAF, TAT e tempo efetivo de serviço, em relação aos demais militares preteridos da época?

A FALTA DE PUBLICIDADE DOS TRABALHOS DAS COMISSÕES DE PROMOÇÕES

A cada caso, aqui apresentado, fica latente a necessidade urgente de se realizar uma “CPI”, nos supostos “trabalhos” realizados nas promoções de militares, uma vez que são claros e incontroversos às provas da existência, ao menos de erros graves, para não se falar em outras possibilidades, como benevolências e perseguições.

Nota do Editor: sabe-se que qualquer militar ao ingressar ao Judiciário contra o Exército, passa a configurar numa lista negra, em tese, passa a ser observado em qualquer processo de forma negativa.

  • Questiona-se, quais os motivos de tratamento tão distinto para com esse militar.

“Num planto capim-guiné
prá boi abaná rabo
Eu tô virado do Diabo, eu tô retado cum você
Tá vendo tudo e fica aí parado
Com cara de viado que viu caxinguelê”

 

22 comentários em “TAF e TAT? CP-QAO promoveu subtenente que passou anos reformado e inativo

  • 02/07/2018 em 11:22
    Permalink

    Depois que percebi que a única função da CP-QAO é promover os “peixes” e impedir eternamente a promoção de quem está “queimado” (seja por ter ousado contrariar a vontade do deus Comandante de OM ou qualquer outro motivo banal), nada mais do que acontece nesse feudo chamado Exército Brasileiro me surpreende.

    Resposta
  • 02/07/2018 em 11:28
    Permalink

    Cada dia aparecem mais provas da imundicie que é a promoçao a QAO do exercito brasileiro assim que chegar meu pedido antecipado de provas verei o tamanho da bagaçeira que a comição fez na minha carreira.

    Resposta
  • 02/07/2018 em 11:32
    Permalink

    Triste isso, mas não me surpreende… essa é a comissão de promoção a quem estamos sujeitos… Oficiais incompetentes que não sabem avaliar e que são extremamente parciais… e tem coisas muito piores aí… é só investigar que acha…

    Resposta
  • 02/07/2018 em 11:49
    Permalink

    Oque esperar de uma comissão que nem conhece o militar e é capaz de conceder a um militar a quantidade que varia de zero a 49 pontos.
    Uma comissão que beneficia os preteridos, principalmente se esse preterido está servindo em Brasília.
    É um fator desleal o qual a cada dia aparecem mais fatos novos e que só vem a cada dia desmoralizar mais a força. ..

    Resposta
  • 02/07/2018 em 12:07
    Permalink

    Quem pode pode será que esse rapaz não teve mais ajudas de generais, parentes.

    Na verdade não há fiscalização e a galera que promove ainda estão nadando de braçadas.

    Só resta pedir aos MP, federal e militar que promova uma devassa neste infelizes.

    Resposta
  • 02/07/2018 em 12:23
    Permalink

    Nota de esclarecimento do EB: “Após minuciosa verificação, foi constatado que tudo está de acordo com os ditames regulamentares e a lei”. 😏 😏 😏

    Resposta
  • 02/07/2018 em 13:48
    Permalink

    Mais um trabalho IMUNDO, se não CRIMINOSO da DAProm e CPQAO. Estes documentos podem ser usados como provas do desvio de finalidade desta comissão em Processos de Promoção. Subtenentes parem de ter medo, entrem com processos na ativa e não fiquem com esperanças neste sistema de promoção SUJO. QUEM É DE DA TURMA DE 92 PRA TRÁS JÁ É PREJUDICADO.

    Resposta
  • 02/07/2018 em 13:49
    Permalink

    Para ser oficial não precisa saber a ler e escrever!!!! Já dizia a farmacêutica. Por isso. Se vocês querem a coisa realizada de forma séria, então, tem que realizar um provão do ENEM somente para os oficias, valendo o diploma do ensino fundamental. Pois, o que falta nessa CP-QAO é a leitura!!! Pois ela é pouca.

    Resposta
    • 02/07/2018 em 14:06
      Permalink

      Para ser Oficial basta apenas saber cumprir as Leis……mais criminosos tem problemas em cumprir LEIS.

      Resposta
      • 02/07/2018 em 22:10
        Permalink

        Então você está afirmando que a CP-QAO não é composta por oficiais…afinal…, descumprem a lei.

        Resposta
        • 03/07/2018 em 09:51
          Permalink

          kkk……a legislação diz que a Comissão só é composta por oficiais. uns covardes que se escondem e descumprem bastante leis, prejudicando bastante subtenentes em detrimentos de outros que eles promovem que não tem condições nem de ser recrutas.

          Resposta
  • 02/07/2018 em 14:09
    Permalink

    Para as missões no Exterior principalmente muitos militares doentes, com probleminhas de saúde , foram curados de um dia pra outro, e estavam aptos, e quando retornavam ficavam novamente baixados nos seus quartéis… Esse é o exercito Brasileiro da suas mentiras e conivência de muito oficial…e comandantes.. vergonha comandante.

    Resposta
  • 03/07/2018 em 09:57
    Permalink

    A quem interessar possa, a Portaria 137-DGP, de 5 de junho de 2018 trouxe novas regras para seleção e………

    PROMOÇÃO.

    Está extinta a CPQAO!!!!

    Então, parem de chorar e vão ler a portaria.

    Espero que o blog abra debate sobre a portaria.

    Resposta
    • 03/07/2018 em 13:11
      Permalink

      Quando alguém posta uma informação errada, fico na duvida se é falta de conhecimento ou é mau intencionado. A portaria 137 só muda as Normas para elaboração de Mapas Indicadores, mapas estes que só auxiliam nos processos de seleção e promoções. O Processo de Promoção não mudou e nem a CPQAO foi extinta. Chorar vão os Oficiais da CPQAO daqui alguns anos (curto prazo) quando pagarem danos morais por agirem na ilegalidade..

      Resposta
  • 03/07/2018 em 13:11
    Permalink

    Quando alguém posta uma informação errada, fico na duvida se é falta de conhecimento ou é mau intencionado. A portaria 137 só muda as Normas para elaboração de Mapas Indicadores, mapas estes que só auxiliam nos processos de seleção e promoções. O Processo de Promoção não mudou e nem a CPQAO foi extinta. Chorar vão os Oficiais da CPQAO daqui alguns anos (curto prazo) quando pagarem danos morais por agirem na ilegalidade..

    Resposta
  • 03/07/2018 em 19:08
    Permalink

    Mais uma aberração Verde Oliva. sem TAT e TAF VÁLIDO o cara foi promovido. assim a credibilidade nessa Instituição (EXÉRCITO) fica abalada .

    Resposta
  • 04/07/2018 em 08:27
    Permalink

    Enquanto alguns recebem o que não tem direito, outros não recebem o que tem direito. Aqueles que não cumprem corretamente seu dever, devem ser responsabilizados. Pode demorar mas um dia a conta vai chegar

    Resposta
  • 23/09/2018 em 18:54
    Permalink

    Este Ten promovido é o Tenente QAO de Intendência Geancarlos, passou 5 anos fora da força (5 anos em ponto de TAF, TAT, etc), mais como o cunhado dele babava o general no EME, levou ele pra lá para ele babar também. Processo legal de puro merecimento…..so civil acredita no EB e nestes oficiais incompetentes.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.