Tenente QAO Torres recebe honrarias em Garanhuns-PE

FOI ELO ENTRE O 71º BI MTZ E A SOCIEDADE: Tenente Torres é transferido para Maceió e se despede de Garanhuns e do Batalhão Duarte Coelho

Fundado em 10 de março de 1967, o 71º  BI Mtz vem trilhando há mais de 40 anos uma história de conquistas que se mistura com a de seu berço natal, Garanhuns. Não por acaso, o Coronel Fernando Sávio Parente de Carvalho, ex-comandante do batalhão, costumava dizer que o 71º era a Rainha da Oitava Colina. A feliz citação deu origem a um verso que diz: “Coronel Gabriel foi quem esta saga iniciou, mas todos os ex-militares também tiveram seu valor. Todos foram integrantes da mais nobre unidade nordestina, Sentinela do Agreste, Rainha da oitava colina”. O trecho carregado de simbolismo foi criado em um encontro de ex-integrantes do 71º em 2009, como forma de homenagear estes homens e mulheres que serviram na mais nobre unidade nordestina do Exército Brasileiro. E foi justamente para esse seleto grupo de militares, ex-integrantes do batalhão, que entrou recentemente o 1º Tenente QAO Marcos Nei da Silva Torres. Após sete anos na Força de Ação Rápida do Nordeste, o oficial foi transferido final do ano passado para o 59º Batalhão de Infantaria Motorizado, em Maceió.

Em Garanhuns, o Tenente Torres exerceu a Chefia da Seção de Comunicação Social do 71º Batalhão de Infantaria Motorizado durante todo o tempo que aqui serviu, uma função de confiança do comandante e de extrema importância  para a unidade militar, já que é a Seção de  Comunicação Social o elo entre o Exército e a sociedade, fortalecendo a imagem da instituição junto à população.  “À frente dessa função, (RP), procuramos sempre cumprir o objetivo de integração junto à sociedade local e regional, através das atividades de Relações Públicas, Assessoria de Imprensa, Informações Públicas e Divulgação Institucional, buscando proteger e preservar a Imagem do 71º BI Mtz”, pontuou o militar.

Para um membro da imprensa de Garanhuns, que manteve estreito contato profissional com o Tenente Torres, o oficial fez muito mais do que sua responsabilidade institucional exigia. “A gente sabe que o 71º tem o DNA de Garanhuns impregnado nele. Não se importam soldados de fora para servir lá. São nossos filhos, irmãos, e amigos que formam o corpo principal daquela unidade militar, por isso, tudo que acontece ali interessa a todos nós, cidadãos de Garanhuns. Eu que já cubro o noticiário militar desde 2009, notei uma significativa mudança na forma como a Seção de Comunicação Social do batalhão passou a divulgar as informações junto à sociedade, não só relatando de forma didática as diversas atividades desenvolvidas pelo Batalhão Duarte Coelho, mas também procurando, seja, através de nota, ou pessoalmente junto a membros da imprensa, destacar a importância dessas missões e seu impacto junto a comunidade”, revelou o jornalista.  Já uma radialista ouvida pelo V&C afirmou que o Tenente Torres humanizou a relação entre o 71º BI Mtz e a imprensa.

Quem também não poupou elogios à atuação profissional do 1º Tenente Torres foi o atual comandante do 71º BI Mtz. Para o Tenente-Coronel Alexandre de Castro Goyanna, o ex-chefe da Seção de Relações Públicas do batalhão é um militar de fácil trato e agregador, disponível para solucionar e pacificar conflitos interpessoais, tanto no âmbito interno quanto fora do quartel. Segundo Goyanna, parte do grande prestígio que o Batalhão Duarte Coelho goza atualmente junto à sociedade garanhuense se deve ao trabalho desenvolvido pelo Tenente Torres durante o tempo que exerceu a função de elo entre o Exército Brasileiro e a comunidade de Garanhuns, de Pernambuco e do Agreste.

O trabalho do Tenente Torres foi reconhecido também  pela Câmara de Vereadores de Garanhuns. Através de uma justa proposição do vereador Daniel da Silva, o oficial será homenageado pela Casa Legislativa Raimundo de Moraes com a Medalha Cabo Cobrinha, uma honraria destinada a reconhecer o trabalho de policiais civis, militares, rodoviários federais, bombeiros militares ou militares do Exército que tenham se destacado em ações meritórias mediantes serviços prestados à causa de segurança pública, da justiça ou pelos excepcionais trabalhos ou contribuição realizados em prol da sociedade do Município de Garanhuns.

O Tenente Torres se apresenta ao 59º Batalhão de Infantaria Motorizado, em Maceió, no dia 28 de janeiro e deve ficar na capital de Alagoas até 2021, ano em que será promovido a capitão. “Garanhuns foi o lugar em que encontrei a melhor qualidade de vida. Uma cidade belíssima, limpa e com um clima super agradável. Fiz muitos amigos aqui e voltarei sempre que puder. Quanto ao 71º BI Mtz, ter servido numa organização militar operacional como esta é um coroamento da minha carreira militar, principalmente quando foi graças ao 71º, e ao seu grande conceito junto ao Alto Comando do Exército, que pude trabalhar na pacificação do Complexo da Maré, no Rio de Janeiro. Agora quero dar continuidade ao trabalho na minha nova missão à frente da Comunicação Social do 59 BI Mtz, em Maceió”, frisou o oficial.

PARA VER O CURRÍCULO PROFISSIONAL 1º TENENTE MARCOS NEI DA SILVA TORRES, CLIQUE AQUI

http://www.vecgaranhuns.com/2019/01/foi-elo-entre-o-71-bi-mtz-e.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.