Tragédia: “mais 2 suicídios de Sargentos do Exército, em uma semana”

PRIMEIRO CASO OCORREU EM ITAITUBA-PA – “SEGUNDO DIVULGAÇÃO NAS REDES SOCIAIS, O SARGENTO ESTAVA COM DEPRESSÃO E TEVE O SEU PEDIDO DE ENGAJAMENTO INDEFERIDO.

“3º Sgt Inf da turma de 2016, que servia em Itaituba, PA, se suicidou. Supostamente estava com depressão, após ter o pedido de reengajamento indeferido por seu Cmt OM, se jogou do 4º andar de um prédio”.

 

SEGUNDO CASO OCORREU NO PARANÁ – VEJA A REPORTAGEM

A morte nesta quarta-feira  (21), do sargento Haron Augusto Froes, de 30 ano, foi confirmada pelo Exército e não pelo 10º BPM, como informado de forma equivocada anteriormente .

Segundo o repórter Luiz Silva, de Ponta Grossa, divulgou no whatsapp , ele tirou a própria vida com um tiro de fuzil 556.

Aron era natural de São João do Ivaí e já esteve lotado em Ponta Grossa. A informação preliminar de Luiz Silva foi postada no grupo de whatsapp do 10º BPM, o que gerou o equívoco retificado rapidamente. O esclarecimento foi feito pelo capitão Vilson Laurentino da Silva.

https://tnonline.uol.com.br/noticias/apucarana/45,472579,21,11,sargento-morto-com-tiro-de-fuzil-e-do-exercito-e-nao-do-10o-bpm-esclarece-capitao?utm_source=tnonline_home&utm_medium=capa

Nota:

  • Estamos chegando ao final do ano e é com pesar que trazemos mais essas tristes notícias de suicídios nas Forças Amadas. Durante o ano foram diversos os casos. Há de se ter apurações rigorosas, bem como intensificar campanhas contra esse mal.
  • É de suma importância, preocupar-se com os problemas afetos ao ser humano, como bem diz o DGP: “o nosso maior bem é o nosso pessoal“. Pena que a vaidade e egoísmo de muitos faz com que essa mensagem “não passe de mensagem”.
  • Aos familiares e amigos enlutados,  nossos sentimentos. Aos falecidos, o desejo que o Pai, os perdoe e lhes conceda o refúgio sagrado, apesar da certeza bíblica que, jamis, podemos atentar contra nossa vida.

 

20 comentários em “Tragédia: “mais 2 suicídios de Sargentos do Exército, em uma semana”

  • 23/11/2018 em 09:45
    Permalink

    Sobre o garoto de Itaitua, o interessante é que o mesmo já estava em depressão, com problemas, mais o CANALHA do comandante dele, sem preocupação com o ser humano, ao invés de ajuda=lo simplesmente o prejudicou…….um comandante covarde.
    S fosse um aspirante a oficial inexperiente como ele o tratamento seria diferente……

    Resposta
  • 23/11/2018 em 12:32
    Permalink

    NOSSOS COMANDANTES SÃO UMA VERGONHA EM MATÉRIA DE HUMANISMO E COMPREENSÃO.

    Resposta
  • 23/11/2018 em 14:06
    Permalink

    Merda de comandante, é sempre assim para ajudar não aparece ninguém, mas para prejudicar aparece um montão. Aí depois os caras vem com esse papo de mão amiga, braço forte., asnice do caralho.

    Resposta
  • 23/11/2018 em 16:25
    Permalink

    Mimimi…..toma jeito de homem, rapaz! Só tem frutinha chorona nessa merda….
    Aiiiiii….meu comandante é mau….aiiiijmeu comandante é rigoroso demais…..pqp….bando de borra bota…

    Resposta
    • 23/11/2018 em 21:35
      Permalink

      Você Ze das Couvez deve ser um praça baba ovo ou um oficial babaca e prepotente………so faltava um idiota vir aqui ser contra falar a verdade sobre vários comandantes malditos que nao se importam com sua tropa, defende-los e ser contra quem esta do lado de um garoto que se matou sem apoio de um comandante covarde…….

      Resposta
    • 24/11/2018 em 08:52
      Permalink

      Zé das covas, nada melhor que um dia após o outro. Espero que vc esteja literalmente em outro mundo. Pois, esse mundo é uma grande roda gigante. Vc acha que tá em cima? Olha de novo!

      Resposta
  • 23/11/2018 em 18:33
    Permalink

    Triste noticia. Deus conforte o coração das famílias e dos amigos destes irmãos de farda. Isto é grave. Depressão tem que ter atenção. Assim é o fato das promoções do QAO. Tem muito Subtenente e familiares sofrendo juntos e depressivos. Não é pelo fato de ser Oficial, bem como sabemos que QAO não é considerado Oficial ele é Auxiliar de Oficial. A promoção não é para usar uma espada e uma estrela. A promoção é pela melhoria salarial. Tenho um amigo que o filho dele Cursava Medicina na Universidade Particular, o garoto ingressou no ano que ele entraria no QA. Ele se planejou com a promoção. Era classificado entre os primeiros 50 do CFS, 08 de CAS, nunca foi Punido, Cursos Operacionais, atleta e sempre foi de tropa e não saiu QAO. Ele hoje esta na Reserva e segundo ele o preço de não ser QAO foi nunca ter saído da mesma cidade e quando foi movimentado sem pedir ele recorreu e anulou. Neste caso o garoto teve que sair da Universidade e até hoje tenta ingressar pelo ENEM. Os Subtenentes são os que mais estão sofrendo, pelo fato de terem filhos em idades de Universidades, por isto sonham tanto com a promoção do QAO. Os Chefes tem que darem uma atenção as pessoas com depressão e também a estes Subtenentes que estão sofrendo.

    Resposta
    • 24/11/2018 em 16:50
      Permalink

      Vc pecou pela interpretação. O QAO é um quadro auxiliar, ou seja, tem os oficiais oriundos da AMAN, e como não efetivam todas as funções, então criaram os “quadros”, como QAO e QCO. E não um oficial do QAO é auxiliar de outro oficial.

      Resposta
  • 23/11/2018 em 22:11
    Permalink

    Infelizmente em nosso meio só dirão: “PQP, menos um na escala” (se estivessem aptos, claro). Mas só dirão “um se foi, vem dois; vão dois, vem quatro…”
    Naturalmente, somos formados para sermos insensíveis com o próximo e com os subordinados onde “problema seu, negão / se vira negão” são exemplos disso. Em consequência disso, estes suicídios cairão na vala esquecimento, vão jogar uma pá de cal e enterrar. Somente seus familiares ficarão com o vazio de suas ausências, pois seus próprios companheiros de caserna e turma os esquecerão. Antes que me xinguem, só digo que é a realidade, pois foi o mesmo que ocorreu com um companheiro de turma. E para o “Ze das Couves” só tenho a dizer que é um riduculão, que está querendo atenção para si e quer ver o circo pegar fogo. Agradeça a Deus por nunca ficar depressivo, pois eu já tive esta doença maldita e digo que ela controla sua mente de tal maneira que a pessoa perde vontade de viver!
    E os meus mais sinceros pêsames aos amigos e familiares destes 2 Sgt.
    Praça Realista

    Resposta
  • 23/11/2018 em 23:07
    Permalink

    Conheço um subtenente que se encontra muito deprimido depois 5 QAs. Toma tarja preta pra dormir, na seção fica muito calado, ás vezes não almoça, está emagrecido, tento puxar um papo com ele mas não adianta. Enquanto isso em torno desse sub impera uma indiferença de doer a alma. Um somatório de frustrações, ansiedades, injustiças e decepções pode sim levar uma pessoa normal a desencadear uma depressão profunda. Aí eu pergunto, quem está preocupado com a saúde mental dos preteridos no QAO? Quem tem a responsabilidade de tomar as devidas precauções e evitar que esse tipo de tragédia ocorra na caserna? Que tipo de Força é essa que ignora fatos tão sérios como esse? Olha que suicídios tem sido recorrentes na força e ninguém faz nada.

    Resposta
  • 24/11/2018 em 00:10
    Permalink

    O comando, em especial o comandante do exército e das OM, estão pouco se lixando para o bem estar da tropa. Só querem saber das suas mordomias e de passar o macaquinho para algum ST/Sgt.

    Resposta
  • 24/11/2018 em 09:08
    Permalink

    Está tudo na Diretriz do Comandante. Tudo balela! Tudo que está determinado apenas foi para beneficiar os oficiais. Eles não querem nem saber de nossas famílias. Redução do efetivo apenas para os praças, redução de diárias em cambal!! Pagando diária até para PTTC´S irem em confraternização de turma.

    “PRIORIZAR O MILITAR E SUA FAMÍLIA

    O militar e sua família constituem os bens mais preciosos do Exército.
    A valorização da carreira militar e a educação continuada dos recursos humanos deverão ser incrementadas e otimizadas, com a finalidade de atração e manutenção da juventude brasileira no seio do Exército. Considerar que a educação fundamentada no sistema de ensino militar dos quadros tem se mostrado um instrumento muito importante no preparo e na manutenção do elevado profissionalismo da Força Terrestre.
    A proteção social da família militar constitui um objetivo institucional permanente.

    DIRETRIZES

    1. Não criar Organizações Militares (OM) e/ou novas estruturas. Qualquer necessidade nesse sentido deve ser atendida por transformação de OM e/ou de estruturas já existentes.

    ……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………
    5. Reduzir o efetivo do Exército em, no mínimo 10%, devendo manter preservada, tanto quanto possível, a Força Terrestre.
    6. Reduzir o número de militares de carreira, substituindo-os por militares temporários.
    ……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………
    8. Priorizar os exercícios de simulação e de Postos de Comando. Nos exercícios no terreno, enfatizar o adestramento de pequenas frações, visando à solidificação do conhecimento profissional e o desenvolvimento da liderança, em especial, de oficiais subalternos e terceiros sargentos.
    ……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………
    11. Diminuir sensivelmente os gastos com viagens nacionais e internacionais, com a prioridade para o atendimento de compromissos assumidos anteriormente. Reduzir, também, a realização de seminários, eventos e simpósios que envolvam a participação de grandes efetivos. Priorizar a realização de videoconferências.

    A finalidade é economizar diárias e passagens.”

    Resposta
  • 24/11/2018 em 10:31
    Permalink

    O que se identificou “zé das couvez”. O Sr foi infeliz em falar isto. Peça Perdão! Também conheço um ST Preterido e neste último QA percebi que agravou. Ele esta “mudo”. Fica sentado na Reserva de Material olhando para o teto. Ele era um cara ativo, jogava bola, orientador, sempre alegre, assador de costelão nas festa militares. Ele foi movimentado sem pedir e esta longe da família. Os olhos dele parece que afundaram e com olheiras. Tem ST do CFS 93 sendo promovido que ele formou Sd EV e CFC. Ele era 3º Sgt recém formado e formou o Sd EV que era auxiliar dele no Furriel. O Sd EV fez o CFS 93 e agora vai ser QAO e Comandar aquele que formou ele Sd EV e CFC. Para muitos isto não tem peso, mas outros ficam depressivos.

    Resposta
  • 24/11/2018 em 11:35
    Permalink

    Não se pode dar as costas a essa tragédia tão triste. Precisamos de mais comandantes com senso de humanidade para comandar, pois se não continuaremos vendo esse tipo de coisa.

    Resposta
  • 24/11/2018 em 21:54
    Permalink

    Não conheci nenhum dos dois garotos, mas o rapaz do 20º BIB, pelo que ouvi dizer, foi um excelente militar. Já o rapaz de Itaituba, nada ouvi falar sobre como era, mas vou fazer meu comentário em cima da situação por ele vivida . Sabemos bem que nem sempre os militares saem bem preparados das escolas de formação e quando chegam na tropa, acabam tomando um choque. Encontram dificuldades em liderar, chegam à tropa imaginado que a vida de aluno acabou, mas levam um choque ao descobrir que continuarão a ser esculachados por pares e superiores por um longo período, entre tantos outros motivos que levam o militar recém egresso a sofrer uma terrível desilusão. Já vi muitas coisas ruins acontecerem com “lobinhos” e muitas vezes ninguém lhes dá a mínima. Para não ter seu reengajamento assinado, talvez até o comandante tivesse um motivo, mas será que ele conversou com o rapaz? Será que pensaram em lhe dar uma segunda chance? E por que não fazem o mesmo com oficiais recém egressos da academia, principalmente quando estes fazem coisas absurdas, humilhando praças com décadas a mais de serviço que eles? Se o bom senso existisse talvez o rapaz ainda estivesse vivo, mas pra que isso, se o Exército é só pra cabra macho, que não fica doente, não tem problemas familiares e nem tampouco conflitos pessoais? Espero que estas coisas deixem de acontecer com tanta frequência e nunca é demais prestar atenção naqueles que nos rodeiam, de modo a evitar que esta doença silenciosa chamada depressão continue a ceifar vidas.

    Resposta
    • Messias Dias
      24/11/2018 em 23:11
      Permalink

      Belíssimo comentário.

      Resposta
  • 25/11/2018 em 09:34
    Permalink

    Uma boa surra nesses que acham que podem tudo, pode resolver o problema. Morro, mas levo alguns.

    Resposta
  • 27/11/2018 em 20:29
    Permalink

    Se eu estivesse em depressão e aparecesse um comandante vagabundo pra me prejudicar, eu iria “suicidar” esse comandante…

    Resposta
  • 29/11/2018 em 08:58
    Permalink

    Conheci o Sgt Anderson, era uma boa pessoa, mas ele ja apresentava problemas quando serviu em Itaituba, foi bastante perseguido pelo cmt de cia e pelo ctm do batalhão. Dois covardes e corruptos, um desviava dinheiro do grêmio da su pra interesses próprios o outro desviava verba da unidade. Lamentável

    Resposta
  • 29/11/2018 em 08:59
    Permalink

    Conheci o Sgt Anderson, era uma boa pessoa, mas ele ja apresentava problemas quando serviu em Itaituba, foi bastante perseguido pelo cmt de cia e pelo ctm do batalhão. Dois covardes e corruptos, um desviava dinheiro do grêmio da su pra interesses próprios o outro desviava verba da unidade. Lamentável

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.